O Desafio da Segurança Pública

Muito  se tem publicado sobre o tema, em geral, notícias que alarmam,  intranquilizam  e fazem com que os cidadãos de bem se sintam acuados, desamparados e à mercê dos, cada vez mais, ousados criminosos que infestam nossas cidades, rodovias, áreas de lazer e outrora pacatos povoados no interior. Tem sido frequente a divulgação de medidas adotadas pelo Estado, a meu ver, limitadas e restritas à compra de viaturas, de equipamentos e armamento para os órgãos relacionados no Art. 144 do texto constitucional. Parecem-me medidas com sabor de demagogia ao molho de populismo e que passam ao largo do cerne do sério problema enfrentado por todos os brasileiros, nas cidades e nos campos.

Por justiça, devo registrar a inovadora estratégia adotada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro: ocupar, permanentemente, regiões de homizio de bandidos ligados ao crime organizado com unidades de Polícia Militar, apropriadamente batizadas de Polícia Pacificadora.

Contudo, pretendo demonstrar que a visão dos governantes e legisladores tem se limitado ao vetor policial de tão angustiante desafio. Estou convicto tratar-se este, apenas, de um dos múltiplos segmentos que precisam ser alvo imediato de atenção das autoridades eleitas para dar solução ao desafio da Segurança Pública que, por sua dimensão, assumiu status de legitimo objetivo nacional atual (ONA) de elevada prioridade.

Ao equacionar o problema e tentar dar-lhe solução, proponho abordagem ampla, profunda e simultânea, a começar pela educação em seu sentido mais amplo e indispensável. Educar sob os pontos de vista cognitivo, psicomotor e, notadamente, afetivo. Neste campo, desenvolver com os alunos, em todos os níveis da educação formal, valores indispensáveis aos cidadãos para a vida em sociedade. Educá-los para internalizar e valorizar a honestidade, o respeito, a solidariedade, a saúde e o repúdio às drogas, o civismo, o trabalho, a dedicação, o esforço pessoal, a prática da verdade, a família, a meritocracia e tantos outros valores que transformariam sucessivas gerações em construtoras do Brasil que almejamos.

É óbvio que, para tal, a educação receberia fortes investimentos em infraestrutura e preparo de docentes, habilitando-os cognitiva e afetivamente para serem exemplares educadores. Os currículos, em todas as disciplinas, contemplariam a abordagem dos aspectos afetivos da educação integral que aqui se propõe. Preparados para a vida em sociedade, cidadãos honestos não admitiriam ser corruptores ou corrompidos. Cidadãos assim educados repudiariam as drogas, e o tráfico ficaria sem seu sustentáculo, os consumidores. Haveria comércio sem demanda? Cidadãos conscientes de sua responsabilidade para com a Segurança Pública obedeceriam às leis de trânsito, preservariam o patrimônio público e privado, fiscalizariam e denunciariam criminosos de toda ordem. Sem pessoas integralmente educadas, não haverá solução.

À educação somam-se a geração e a oferta de trabalho como parte da solução do problema de Segurança Pública. As pessoas já educadas estariam preparadas para se dedicar de corpo e alma à construção nacional pelo suor de seu labor. Trabalhariam e galgariam por mérito, degrau a degrau, a escala funcional ou hierárquica do segmento profissional ao qual se dedicassem. Tais cidadãos valorizariam o respectivo salário e pagariam impostos e taxas por entenderem sua necessidade para o funcionamento pleno do Estado. Trabalhando, sentir-se-iam ofendidos e repudiariam esmolas governamentais de qualquer tipo ou origem. Brasileiros assim almejariam progredir, vencer na vida por seu próprio mérito e praticariam os valores que internalizaram.

Educar e oferecer trabalho ainda seriam pouco. A solução para o problema de Segurança Pública implica, também, investimentos substanciais em moradia. Um amplo programa residencial e indispensável para evitar a fixação definitiva de milhões de pessoas em favelas e palafitas, verdadeiras áreas de homizio do crime dito organizado. As pessoas educadas e com trabalho formal ansiariam por morar em bairros urbanizados, visualmente atraentes, com comercio local legalizado, servido de eficazes meios de transporte, limpos, bem iluminados e policiados. As residências e esses bairros seriam tais que qualquer governante nelas poderia morar com sua própria família e não algo de quinta ou décima categoria. Em decorrência, as áreas antes florestadas receberiam sua vegetação nativa de volta. Fenômeno idêntico ocorreria com as margens de rios, canais e praias, que estariam livres da agressão decorrente da ocupação irregular, insalubre e sem higiene. E o que dizer da poluição diária de baias, cursos de água e mares? A solução do desafio da Segurança Pública produziria reflexos, como se vê, na preparação do meio ambiente.

Entretanto, a solução não está completa. A ação dos Órgãos de Segurança Pública levaria aos cárceres todos os foras da lei que infestam nosso País, se condenados. É, pois, imprescindível, investir recursos públicos na construção de presídios para receberem a marginalidade condenada pela Justiça. Além de penitenciárias inexpugnáveis em número suficiente para a empreitada, o sistema prisional seria operado por agentes meticulosamente selecionados, preparados e instruídos para tal. Entende-se que seriam oriundos daquela sociedade educada, honesta, dedicada e, portanto, incorruptível, consciente do valor da contribuição que prestam à sociedade. Não mais se investiria em paliativos para as prisões atuais, mas em instalações modelares que fariam inveja a outros países. Os brasileiros que as operassem, em todos os níveis, da direção à carceragem, seriam instrutores de estrangeiros que aqui viriam aprender com os nacionais.

Educação + trabalho + moradia + extinção de áreas de homizio + reforma do sistema penitenciário = Segurança Pública que o País almeja e merece? Quase isto; está quase definida a equação que resolve o problema. Faltam outras parcelas imprescindíveis como todas as demais. Trata-se, agora, da reforma do Código de Processo Penal, além da do Código Penal, nesta prioridade. O primeiro tem facilitado aos criminosos recursos quase intermináveis e benefícios que facilitam sua saída antecipada dos cárceres sem o cumprimento das penas recebidas. Os noticiários estão repletos de fatos desta natureza. Imagine o leitor a perplexidade dos integrantes dos Órgãos de Segurança Pública ao verem em liberdade aqueles que ontem haviam sido presos e condenados. Este ângulo do problema, se não abordado simultaneamente com os demais, permite concluir pela quase certeza da impunidade: "Afinal, se serei posto em liberdade em breve... por que não cometer o crime?"

E o Código Penal? Proponho outra reflexão ao leitor: um policial encontra diariamente contraventores anotando apostas do jogo do bicho. O que fazer? Vista grossa? É honesto, regular, legal ou a lei não é para valer? E o que fazer com os consumidores de drogas, sem os quais a cadeia criminosa estaria rompida? Todos os elos deste ciclo "produtivo" têm que sentir a ação enérgica dos agentes do Estado. Atuar sobre plantio, refino, transporte, estocagem, distribuição, comercialização e consumo não é importante?

Em "O Monge e o Executivo" encontra-se sábio ensinamento. Lê-se que durante a vida, todos os homens devem fazer, sem exceção, duas coisas, a saber: morrer e escolher. Nesta abordagem sobre Segurança Pública cabe breve reflexão sobre escolhas. Aquelas pessoas a que me referi, educadas, honestas, trabalhadoras, exemplos e multiplicadoras de valores escolherão seus governantes e legisladores.

Discernir para selecioná-los entre os efetivamente comprometidos em enfrentar o desafio da Segurança Pública é essencial para a efetiva solução deste angustiante e diário problema com o qual todos se defrontam. Eleger bem, eis outra ação inalienável da solução do problema. Em consequência de escolha bem pensada, ter-se-á, também, legisladores aos quais manifestaremos admiração e sincero respeito. Veja leitor, como a sociedade educada desprezará e banirá os demagogos, populistas, mentirosos, corruptos e desonestos, preguiçosos, enganadores da palavra fácil e outros da igual estirpe. Que vitória!

Este variado naipe inclui os que enganam o povo ao acenar com o emprego das Forças Armadas em atividade de Segurança Pública. São os mesmos que enganam muitos com a frase demagógica "o Haiti é aqui". Para gente desta laia, aquelas pessoas educadas para a vida bradarão: profissionais não se improvisam! Isto sem falar que seria exercício ilegal de outra profissão. Enfatizo, pois, que as Forças Armadas não são parte da solução deste problema. Suas intervenções limitadas no tempo e no espaço, em ocasiões excepcionais, são operações militares de garantia da lei e da ordem, jamais ações de segurança pública.

Aproxima-se, agora sim, a solução completa. Apoiar, valorizar, dignificar, manifestar orgulho, aplaudir e investir permanentemente nas instituições relacionadas no Art. 144 da Constituição Federal completa a solução que proponho. Lembro que algumas delas, as polícias militares em especial, têm séculos de serviços prestados ao País, na paz, na guerra e em prol da ordem pública. Recordo que os integrantes de todas as instituições encarregadas da Segurança Pública arriscam suas vidas, diariamente, para minorar o quadro deprimente e vergonhoso que se instalou em nosso País. Quantos deles já foram sepultados por nos defender? E quantos perecerão ainda mais?

Em síntese, Segurança Pública é direito e, não esquecer, responsabilidade de todos. Há solução para este desafio, mas se trata de solução complexa, ampla, profunda e demorada. Mas, a demora será tanto maior quanto mais se retardar a abordagem do problema, simultaneamente, em todas as suas dimensões.

Sem mais paliativos! Não mais reduzir a solução apenas ao vetor policial. Não mais atribuir aos agentes policiais a responsabilidade pela omissão de tantos, pela corrupção de muitos e pela falta de coragem moral de vários. O desafio da Segurança Pública tem solução!


*Artigo publicado na Revista do Clube Militar - Edição 439, Jan 2011.

..

A Força Terrestre e o conceito de Segurança Integr...
A música militar e sua harmoniosa missão
 

Comentários 356

Visitantes - sergio em Quarta, 09 Agosto 2017 02:16

Intervenção militar para salvar o nosso país ungente salvem nossas familias eu imploro nao esperem mais invadam brasilia e prendao todos politicos corrruptos

Intervenção militar para salvar o nosso país ungente salvem nossas familias eu imploro nao esperem mais invadam brasilia e prendao todos politicos corrruptos
Visitantes - José Geraldo em Quarta, 09 Agosto 2017 02:04

Saudações aos guardiões dos valores de ordem e progresso do nosso amado Brasil!
Venho por meio deste, expressar o meu apoio e respeito às forças armadas de nosso adorado País.
Nós patriotas brasileiros somos a maioria absoluta! Ainda que pela óptica desfocada e turva de nossa população ao aparentar demasiada morosidade e apatia sobre tudo quando tem ocorrido. Tenho plena convicção de que as pessoas não são omissas e nem covardes, bastando apenas para o seu levante definitivo, liderança, objetivo seguido de ações que inspirem e transmitam a certeza de um futuro melhor.
Somos todos patriotas e amamos nosso País!
Confiamos nos senhores, sendo assim acreditem também em nós!
Brasil, veras que um filho teu não foge a luta!!!

Saudações aos guardiões dos valores de ordem e progresso do nosso amado Brasil! Venho por meio deste, expressar o meu apoio e respeito às forças armadas de nosso adorado País. Nós patriotas brasileiros somos a maioria absoluta! Ainda que pela óptica desfocada e turva de nossa população ao aparentar demasiada morosidade e apatia sobre tudo quando tem ocorrido. Tenho plena convicção de que as pessoas não são omissas e nem covardes, bastando apenas para o seu levante definitivo, liderança, objetivo seguido de ações que inspirem e transmitam a certeza de um futuro melhor. Somos todos patriotas e amamos nosso País! Confiamos nos senhores, sendo assim acreditem também em nós! Brasil, veras que um filho teu não foge a luta!!!
Visitantes - Franca em Quarta, 09 Agosto 2017 01:58

Brasil é como o corpo doente ja de cama cheio de infecções e parasitas mortais q se regeneram rápido . Antibióticos em dozes fortes e rápidas neles Antes q fiquem resistentes . O problema é agonizar por mais tempo...

Brasil é como o corpo doente ja de cama cheio de infecções e parasitas mortais q se regeneram rápido . Antibióticos em dozes fortes e rápidas neles Antes q fiquem resistentes . O problema é agonizar por mais tempo...
Visitantes - silvana da silva teodoro em Quarta, 09 Agosto 2017 01:43

me sinto acuada sem saber qual vai ser o futuro dos meus filhos, mais tenho grande fé que quanto os militares voltarem ao poder tudo vai melhorar, que Deus abençoe a todos .sinto-me orgulhosa de ser brasileira quando vejo vcs nas ruas

me sinto acuada sem saber qual vai ser o futuro dos meus filhos, mais tenho grande fé que quanto os militares voltarem ao poder tudo vai melhorar, que Deus abençoe a todos .sinto-me orgulhosa de ser brasileira quando vejo vcs nas ruas
Visitantes - Lúcio Sátiro Pinheiro em Quarta, 09 Agosto 2017 01:22

Senhores, acabaram com o nosso glorioso país. A esquerda destruiu nossa cultura, imbecilizou e corrompeu nossa juventude, aparelharam o stablishment acadêmico, relativizou nossos valores cristãos sadios, apodreceu nosso país em todos os sentidos. Promulgaram em 1988 uma Constituição indulgente demais para quem lhe desrespeita, complacente demais para quem nenhum compromisso cívico tem, nem com o seu próximo, nem com o seu país. Sabe Deus quantos conchavos, acordos espúrios e alterações foram feitas para beneficiar a podridão política ao escrever a atual e já ultrapassada Carta Magna. Estamos em situação desesperadora. E situações desesperadores requerem medidas desesperadas e incisivas. Sabemos muito bem que nossas forças armadas, para nosso orgulho, são profissionais e são honradas , de alto gabarito, e que essas forças armadas, estão no mesmo patamar de excelência moral que as mais honradas tropas pelo mundo, são apolíticas e não intervém em assuntos que, em situações normais e em países decentes, as instituições se encarregariam de resolver.
Mas infelizmente, esta não é a situação, e ela não é nada normal. As instituições estão, todas elas, aparelhadas e são corruptas. O STF toma decisões políticas e ideológicas marxistas, mais do que cumpre a CF/88. As instituições dos três poderes estão absolutamente corrompidas. E olha que nem sequer houve uma CPI do Judiciário. Aí é que apareceria mais podridão.Infelizmente o General Villas Boas está errado.As instituições, no Brasil, são doentes terminais respirando por aparelhos.Não há que se falar em normalidade. No Legislativo, são criminosos legislando não para o benefício do povo, mas para beneficio de si mesmos.
Embora saibamos que, ao contrário dos militares venezuelanos, as nossas forças armadas não são feitas de arruaceiros, e que malgrado o sucateamento gradativo promovido pela esquerda rancorosa dos tempos do Araguaia, nossos militares são conscientes de seus deveres, a situação está tão calamitosa, tão aviltante à honra e à dignidade de nosso povo, que , para salvação da pátria, Exército, Matinha e Aeronáutica se verão diante de um dilema. E esse dilema é:
-Cumprir integralmente a legalidade, como de costume, rezando (ingenuamente) que o Brasil se recupere pela via política ou
-Romper com a legalidade, e salvar o Brasil da total perdição, convocando o povo DIRETAMENTE e em massa para participar ativamente de uma mudança total em todo o país, onde possamos recomeçar com novas regras, fazer uma Nova História do Brasil. Esse é o dilema. Já é mais do que hora de uma intervenção militar, constitucional ou não. Talvez as FFAA sejam as únicas instituições que cumpram a legalidade no país. As únicas que estão sendo travadas pela mentalidade legalista, quando todo o resto está ruindo e dando risadas da mesma legalidade.
Uma intervenção militar será apoiada pela esmagadora maioria do povo brasileiro. Disso não se pode ter a menor dúvida. E mais: A junta militar que assumir terá a legitimidade internacional ao convocar a todo o povo brasileiro ( e não apenas notáveis dentre o povo), todo o povo para decidir os rumos do país. De inicio, uma URGENTE NOVA CONSTITUIÇÃO, onde os assuntos mais polêmicos sejam submetidos diretamente à vontade do povo. O Exército e o povo, sem os ATRAVESSADORES deputados e senadores.
Estou com 40 anos, tenho boa forma física, sou um guerreiro nato. Ao invés de salvar as aparências e a legalidade, nós temos milhões de famílias, filhos, pais, idosos, nós temos um país inteiro para salvar da catástrofe.
Se ficarmos inertes diante de tão grave perigo, a História jamais nos perdoará.

Senhores, acabaram com o nosso glorioso país. A esquerda destruiu nossa cultura, imbecilizou e corrompeu nossa juventude, aparelharam o stablishment acadêmico, relativizou nossos valores cristãos sadios, apodreceu nosso país em todos os sentidos. Promulgaram em 1988 uma Constituição indulgente demais para quem lhe desrespeita, complacente demais para quem nenhum compromisso cívico tem, nem com o seu próximo, nem com o seu país. Sabe Deus quantos conchavos, acordos espúrios e alterações foram feitas para beneficiar a podridão política ao escrever a atual e já ultrapassada Carta Magna. Estamos em situação desesperadora. E situações desesperadores requerem medidas desesperadas e incisivas. Sabemos muito bem que nossas forças armadas, para nosso orgulho, são profissionais e são honradas , de alto gabarito, e que essas forças armadas, estão no mesmo patamar de excelência moral que as mais honradas tropas pelo mundo, são apolíticas e não intervém em assuntos que, em situações normais e em países decentes, as instituições se encarregariam de resolver. Mas infelizmente, esta não é a situação, e ela não é nada normal. As instituições estão, todas elas, aparelhadas e são corruptas. O STF toma decisões políticas e ideológicas marxistas, mais do que cumpre a CF/88. As instituições dos três poderes estão absolutamente corrompidas. E olha que nem sequer houve uma CPI do Judiciário. Aí é que apareceria mais podridão.Infelizmente o General Villas Boas está errado.As instituições, no Brasil, são doentes terminais respirando por aparelhos.Não há que se falar em normalidade. No Legislativo, são criminosos legislando não para o benefício do povo, mas para beneficio de si mesmos. Embora saibamos que, ao contrário dos militares venezuelanos, as nossas forças armadas não são feitas de arruaceiros, e que malgrado o sucateamento gradativo promovido pela esquerda rancorosa dos tempos do Araguaia, nossos militares são conscientes de seus deveres, a situação está tão calamitosa, tão aviltante à honra e à dignidade de nosso povo, que , para salvação da pátria, Exército, Matinha e Aeronáutica se verão diante de um dilema. E esse dilema é: -Cumprir integralmente a legalidade, como de costume, rezando (ingenuamente) que o Brasil se recupere pela via política ou -Romper com a legalidade, e salvar o Brasil da total perdição, convocando o povo DIRETAMENTE e em massa para participar ativamente de uma mudança total em todo o país, onde possamos recomeçar com novas regras, fazer uma Nova História do Brasil. Esse é o dilema. Já é mais do que hora de uma intervenção militar, constitucional ou não. Talvez as FFAA sejam as únicas instituições que cumpram a legalidade no país. As únicas que estão sendo travadas pela mentalidade legalista, quando todo o resto está ruindo e dando risadas da mesma legalidade. Uma intervenção militar será apoiada pela esmagadora maioria do povo brasileiro. Disso não se pode ter a menor dúvida. E mais: A junta militar que assumir terá a legitimidade internacional ao convocar a todo o povo brasileiro ( e não apenas notáveis dentre o povo), todo o povo para decidir os rumos do país. De inicio, uma URGENTE NOVA CONSTITUIÇÃO, onde os assuntos mais polêmicos sejam submetidos diretamente à vontade do povo. O Exército e o povo, sem os ATRAVESSADORES deputados e senadores. Estou com 40 anos, tenho boa forma física, sou um guerreiro nato. Ao invés de salvar as aparências e a legalidade, nós temos milhões de famílias, filhos, pais, idosos, nós temos um país inteiro para salvar da catástrofe. Se ficarmos inertes diante de tão grave perigo, a História jamais nos perdoará.
Visitantes - Alcione Rocco em Quarta, 09 Agosto 2017 01:16

Boa noite! É muito bom poder ler e opinar sobre isso! Gostei muito da parte citada sobre a educação! E me sinto esperançosa! Sou professora e pude perceber, neste ano de 2017, que os alunos na faixa etária de 14 ou 15 anos estão mais atentos, preocupados com seu próprio futuro. Acho que a nova geração cansou de ver as injustiças praticadas com a sociedade. São adolescentes extremamente carentes de afeto e totalmente inseguros. Notei isso quando foram levados a assistir a uma peça que tratava do fracasso familiar. No final, os artistas chamaram os estudantes para se aproximarem. Eu acreditava que poucos o fariam. Qual não foi minha surpresa, ao ver que a maioria desceu a escada do Teatro de Sobradinho (DF) e se abraçaram, e choraram! É mais: se a ideologia esquerdista infiltrou-se nas escolas e universidades, esse processo pode ser revertido, quando os educadores começarmos a trabalhar no sentido contrário. Podemos fazer a nossa parte, pacientemente, demonstrando, sempre, muita compreensão, paciência e bons exemplos! Já comecei a trabalhar isso é espero que outros profissionais se empenhem nessa tarefa que pode mudar o Brasil!

Boa noite! É muito bom poder ler e opinar sobre isso! Gostei muito da parte citada sobre a educação! E me sinto esperançosa! Sou professora e pude perceber, neste ano de 2017, que os alunos na faixa etária de 14 ou 15 anos estão mais atentos, preocupados com seu próprio futuro. Acho que a nova geração cansou de ver as injustiças praticadas com a sociedade. São adolescentes extremamente carentes de afeto e totalmente inseguros. Notei isso quando foram levados a assistir a uma peça que tratava do fracasso familiar. No final, os artistas chamaram os estudantes para se aproximarem. Eu acreditava que poucos o fariam. Qual não foi minha surpresa, ao ver que a maioria desceu a escada do Teatro de Sobradinho (DF) e se abraçaram, e choraram! É mais: se a ideologia esquerdista infiltrou-se nas escolas e universidades, esse processo pode ser revertido, quando os educadores começarmos a trabalhar no sentido contrário. Podemos fazer a nossa parte, pacientemente, demonstrando, sempre, muita compreensão, paciência e bons exemplos! Já comecei a trabalhar isso é espero que outros profissionais se empenhem nessa tarefa que pode mudar o Brasil!
Visitantes - Alessandro em Quarta, 09 Agosto 2017 01:04

O exército brasileiro deve intervir não apenas nas ruas contra a bandidagem, mais também no plenário pra colocar esses crápulas políticos corruptos em seu devido lugar que é a cadeia. Está claro que eles só visam interesses próprios não estão nem aí para a população brasileira, sou da Paraíba e deixo aqui meu desabafo...

O exército brasileiro deve intervir não apenas nas ruas contra a bandidagem, mais também no plenário pra colocar esses crápulas políticos corruptos em seu devido lugar que é a cadeia. Está claro que eles só visam interesses próprios não estão nem aí para a população brasileira, sou da Paraíba e deixo aqui meu desabafo...
Visitantes - Junia de Oliveira Leite. em Quarta, 09 Agosto 2017 00:42

É com grande admiração e respeito ao nosso querido Exército Brasileiro que venho pedir que JAMAIS deixem que as cores de nossa BANDEIRA sejam mudadas e que este símbolo augusto do BRASIL possa reinvigorar o amor por nossa sofrida, mas não derrotada, gloriosa Pátria.
BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TODOS. PAZ.

É com grande admiração e respeito ao nosso querido Exército Brasileiro que venho pedir que JAMAIS deixem que as cores de nossa BANDEIRA sejam mudadas e que este símbolo augusto do BRASIL possa reinvigorar o amor por nossa sofrida, mas não derrotada, gloriosa Pátria. BRASIL ACIMA DE TUDO E DEUS ACIMA DE TODOS. PAZ.
Visitantes - André luis em Quarta, 09 Agosto 2017 00:40

Boa noite
Primeiramente parabéns ao nosso exército, que ainda nao se vendeu para o comunismo, nova ordem mundial.
Nós brasileiros esperamos ansiosamente a intervenção Militar para acabar com o socialismo no Brasil, é desta vez sem asilo, morte aos traidores da pátria, SOS FFAA.

Boa noite Primeiramente parabéns ao nosso exército, que ainda nao se vendeu para o comunismo, nova ordem mundial. Nós brasileiros esperamos ansiosamente a intervenção Militar para acabar com o socialismo no Brasil, é desta vez sem asilo, morte aos traidores da pátria, SOS FFAA.
Visitantes - Mauro L F em Quarta, 09 Agosto 2017 00:32

BOLSONARO PRESIDENTE JÁ 2018. MILITARES NO PODER. LIMPAR ESTE BELO PAÍS DA CAMBADA DE COMUNAS.

BOLSONARO PRESIDENTE JÁ 2018. MILITARES NO PODER. LIMPAR ESTE BELO PAÍS DA CAMBADA DE COMUNAS.
Visitantes - Sebastião Francisco de Souza em Quarta, 09 Agosto 2017 00:28

Olá senhores Generais e demais subordinados é uma honra para nós Brasileiros tranmitir essa messegem direto para quem entende a dor desse povo q clama pela intervenção, amamos nossa Pátria e não queremos que seja dominada por políticos corruptos, justiça do meu ponto de visita é esses políticos corruptos todos presos e fora do país Brasileiro, não merecem pisar no solo dessa Pátria, viva o Brasil na mão dos generais.

Olá senhores Generais e demais subordinados é uma honra para nós Brasileiros tranmitir essa messegem direto para quem entende a dor desse povo q clama pela intervenção, amamos nossa Pátria e não queremos que seja dominada por políticos corruptos, justiça do meu ponto de visita é esses políticos corruptos todos presos e fora do país Brasileiro, não merecem pisar no solo dessa Pátria, viva o Brasil na mão dos generais.
Visitantes - Valdir de Deus Ramos em Quarta, 09 Agosto 2017 00:22

No congresso não somos representados por ninguém há tempos não tem outra saída a não ser nossas forças armadas na rua para restaurar a ordem em nossa pátria, nosso país passa por uma crise de corrupção sistêmica irreversível já não há mais tempo hábil de consertar a crise que foi instalada, não tem outra saída a não ser o exército de Caxias em todo o território brasileiro!!
"QUE DEUS ESTEJA CONOSCO CIDADÃOS DE BEM"

No congresso não somos representados por ninguém há tempos não tem outra saída a não ser nossas forças armadas na rua para restaurar a ordem em nossa pátria, nosso país passa por uma crise de corrupção sistêmica irreversível já não há mais tempo hábil de consertar a crise que foi instalada, não tem outra saída a não ser o exército de Caxias em todo o território brasileiro!! "QUE DEUS ESTEJA CONOSCO CIDADÃOS DE BEM"
Visitantes - shirley baptista em Quarta, 09 Agosto 2017 00:21

.
SOCORRO FORÇAS ARMADAS,O BRASIL CLAMA POR VÓS.:o

. SOCORRO FORÇAS ARMADAS,O BRASIL CLAMA POR VÓS.:o
Visitantes - luiz da luz em Quarta, 09 Agosto 2017 00:04

Socorro, precisamos urgente salvar nosso país, por favor tomem o poder desses vermes comunistas antes que seja tarde de mais...

Socorro, precisamos urgente salvar nosso país, por favor tomem o poder desses vermes comunistas antes que seja tarde de mais...
Visitantes - José de Arimateia Bezerra de Almeida em Quarta, 09 Agosto 2017 00:03

Boa noite! Quero parabenizar pela iniciativa do blog pois penso tratar-se de uma oportunidade concedida aos cidadãos que desejam um canal de comunicação com o repeitado exército brasileiro. Nasci no ano de 1956, em um povoado isolado no interior do Maranhão e convivi com muitas dificuldades, mas ao ter contato com a minha primeira instituição de ensino, no ano de 1968, pude perceber que havia seriedade e objetivos em se preparar a juventude tanto profissional, quanto patrioticamente. As disciplinas de E.M.C e O.S.P.B possuíam conteúdo que formavam opinião sólida a respeito da cidadania. Vivíamos o governo militar! Neste ambiente convivi com segurança e a minha juventude transcorreu sob um clima de paz, muito embora percebesse assédio de ideologias no meio estudantil, isto não me atraiu. Posteriormente acompanhei o desenvolvimento econômico do país, e quando casei meus três filhos nasceram no hospital do 2º BEC Teresina-Pi., com um atendimento de alto nível, por médicos militares e civis, sem necessidade de nenhum pagamento. Após a anistia e as mudanças na administração do país, assisti a um governo de propaganda e out-door, que criou uma estrutura de partidos políticos com o único objetivo promoção de um projeto de poder e a nação ficou relegada ao abandono. Não temos mais educação, saúde, nem segurança de qualidade. Hoje não consigo olhar para o amanhã e ver no horizonte uma fresta de esperança. Fico angustiado em pensar que país vou deixar para os meus netos. A pergunta que quero fazer aos senhores generais é: que país os netos de dos senhores, os meus e inúmeros cidadãos brasileiros receberão de nós?

Boa noite! Quero parabenizar pela iniciativa do blog pois penso tratar-se de uma oportunidade concedida aos cidadãos que desejam um canal de comunicação com o repeitado exército brasileiro. Nasci no ano de 1956, em um povoado isolado no interior do Maranhão e convivi com muitas dificuldades, mas ao ter contato com a minha primeira instituição de ensino, no ano de 1968, pude perceber que havia seriedade e objetivos em se preparar a juventude tanto profissional, quanto patrioticamente. As disciplinas de E.M.C e O.S.P.B possuíam conteúdo que formavam opinião sólida a respeito da cidadania. Vivíamos o governo militar! Neste ambiente convivi com segurança e a minha juventude transcorreu sob um clima de paz, muito embora percebesse assédio de ideologias no meio estudantil, isto não me atraiu. Posteriormente acompanhei o desenvolvimento econômico do país, e quando casei meus três filhos nasceram no hospital do 2º BEC Teresina-Pi., com um atendimento de alto nível, por médicos militares e civis, sem necessidade de nenhum pagamento. Após a anistia e as mudanças na administração do país, assisti a um governo de propaganda e out-door, que criou uma estrutura de partidos políticos com o único objetivo promoção de um projeto de poder e a nação ficou relegada ao abandono. Não temos mais educação, saúde, nem segurança de qualidade. Hoje não consigo olhar para o amanhã e ver no horizonte uma fresta de esperança. Fico angustiado em pensar que país vou deixar para os meus netos. A pergunta que quero fazer aos senhores generais é: que país os netos de dos senhores, os meus e inúmeros cidadãos brasileiros receberão de nós?
Visitantes - Guilherme Diniz em Terça, 08 Agosto 2017 23:37

Exército Brasileiro, cumpra seu dever de defesa da pátria com urgência! Retire do poder esses bandidos que governam a nação. O exemplo vem de cima.Nāo é à toa que o Brasil se encontra no descompasso moral e institucional digno de uma nação subreptícia de quinto mundo. Nunca imaginei que deixaria de me orgulhar de ser brasileiro." Vocês se demoram no rancho, atrasando a entrada em forma."(para quem foi, ou é militar, meia palavra basta, imagina uma metáfora?!)

Exército Brasileiro, cumpra seu dever de defesa da pátria com urgência! Retire do poder esses bandidos que governam a nação. O exemplo vem de cima.Nāo é à toa que o Brasil se encontra no descompasso moral e institucional digno de uma nação subreptícia de quinto mundo. Nunca imaginei que deixaria de me orgulhar de ser brasileiro." Vocês se demoram no rancho, atrasando a entrada em forma."(para quem foi, ou é militar, meia palavra basta, imagina uma metáfora?!)
Visitantes - Jorge antoszczyszen em Terça, 08 Agosto 2017 23:25

Intervenção já.
Afastar congresso nacional
Reforma poitica e eleição

Intervenção já. Afastar congresso nacional Reforma poitica e eleição
Visitantes - Souza Mendes em Terça, 08 Agosto 2017 23:22

Srs. Militares,

Ouçam o povo, primeiro DEUS, depois as FFAA, Disciplina e hierarquia são os caminhos do sucesso de qualquer cidadão. Vivi muito bem na época do regime militar, toda minha infância e juventude foi nesse regime maravilhoso, meu pai e minha mãe e nenhum da minha família foi perseguido pelo regime, eram pessoas normais que trabalhavam e estudavam. Meus filhos e meus netos não conheceram esses tempos e as vezes sinto uma decepção que eles têm com o país, mas, eu falo para eles quando nos reunimos que tinha umas matérias escolares como Moral e Cívica, OSPB e Religião, e que cantávamos o Hino Nacional toda quarta-feira. Meus familiares mais novos perderam a esperança num Brasil melhor, no entanto eu não esmoreço pois vivi a realidade de um país maravilhosos e soberano. Suplico-vos Senhores Militares mostrem para os meus filhos e netos o que é viver numa Terra Adorada, despertem a esperança na nossa juventude. Provem que eu não estou mentindo. Me emociono até hoje com o verso " VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA". Parabéns pelo blog. SENHORES O TEMPO DAS PALAVRAS JÁ SE ESVAIU, AÇÃO,AÇÃO,AÇÃO!!!

Srs. Militares, Ouçam o povo, primeiro DEUS, depois as FFAA, Disciplina e hierarquia são os caminhos do sucesso de qualquer cidadão. Vivi muito bem na época do regime militar, toda minha infância e juventude foi nesse regime maravilhoso, meu pai e minha mãe e nenhum da minha família foi perseguido pelo regime, eram pessoas normais que trabalhavam e estudavam. Meus filhos e meus netos não conheceram esses tempos e as vezes sinto uma decepção que eles têm com o país, mas, eu falo para eles quando nos reunimos que tinha umas matérias escolares como Moral e Cívica, OSPB e Religião, e que cantávamos o Hino Nacional toda quarta-feira. Meus familiares mais novos perderam a esperança num Brasil melhor, no entanto eu não esmoreço pois vivi a realidade de um país maravilhosos e soberano. Suplico-vos Senhores Militares mostrem para os meus filhos e netos o que é viver numa Terra Adorada, despertem a esperança na nossa juventude. Provem que eu não estou mentindo. Me emociono até hoje com o verso " VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA". Parabéns pelo blog. SENHORES O TEMPO DAS PALAVRAS JÁ SE ESVAIU, AÇÃO,AÇÃO,AÇÃO!!!
Visitantes - Gelson pires da Silva em Terça, 08 Agosto 2017 23:20

Boa noite general eu nasci em 1964, e cresci na época de Ouro durante o governo militar. Anos de prosperidade, respeito amor ao nosso lindo país. Com essa democracia de hoje que não se respeita nada, uma inversão de valores onde o errado é apoiado e certo não tem valor. É possível que os militares voltem ao governo e prenda esse governo corrupto que não nos representa como todos os políticos rodrigo supremo tribunal Federal.

Boa noite general eu nasci em 1964, e cresci na época de Ouro durante o governo militar. Anos de prosperidade, respeito amor ao nosso lindo país. Com essa democracia de hoje que não se respeita nada, uma inversão de valores onde o errado é apoiado e certo não tem valor. É possível que os militares voltem ao governo e prenda esse governo corrupto que não nos representa como todos os políticos rodrigo supremo tribunal Federal.
Visitantes - jose roberto de souza em Terça, 08 Agosto 2017 23:17

o exercito brasileiro esta sendo trocado pela força nacional inconstitucional , criada por lula se ela não for dissolvida logo o exercito terá
sérios problemas, pois para força nacional comunista não falta dinheiro a cada dia ,comunismo no brasil tem que ser considero crime com cadeia, votamos em políticos e agora descobrimos , que são quadrilhas roubando e escravizando o povo , e criando leis em beneficio próprio VAMOS FECHEM BRASILIA POR FAVOR FORA TODOS OS CORRUPTOS PENA DE MORTE PARA ELES JA QUE SO SERVEN PARA ROUBAR E ENGANAR O POVO

o exercito brasileiro esta sendo trocado pela força nacional inconstitucional , criada por lula se ela não for dissolvida logo o exercito terá sérios problemas, pois para força nacional comunista não falta dinheiro a cada dia ,comunismo no brasil tem que ser considero crime com cadeia, votamos em políticos e agora descobrimos , que são quadrilhas roubando e escravizando o povo , e criando leis em beneficio próprio VAMOS FECHEM BRASILIA POR FAVOR FORA TODOS OS CORRUPTOS PENA DE MORTE PARA ELES JA QUE SO SERVEN PARA ROUBAR E ENGANAR O POVO
Visitantes
Segunda, 21 Agosto 2017

Imagem do Captcha