Violência: problema estratégico não se cura com tática

Violência: problema estratégico não se cura com tática


Segundo o Atlas da Violência, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil registrou 59.080 homicídios em 2015 e 62.517 em 2016. Já em 2017, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, houve 63.880 casos. Grande parte dos homicídios dolosos está relacionada diretamente ao narcotráfico e é fruto de disputas entre facções criminosas, cobranças de dívidas, batalhas internas das facções, confronto em operações policiais, balas perdidas, entre outras causas.

Continuar lendo
  5277 Acessos
  6 comentários
5277 Acessos
6 comentários

Caixa de Pandora: não abra

Caixa de Pandora: não abra

Entre as diversas histórias sobre a origem da humanidade, há a versão da mitologia grega, que descreve a criação do homem por Zeus e pelos irmãos titãs Prometeu (o que pensa antes) e Epimeteu (o que pensa depois). Segundo a lenda, Zeus ordenou que Epimeteu criasse os animais e que Prometeu criasse o homem. Zeus determinou, ainda, que Prometeu não entregasse o fogo aos homens.

Continuar lendo
  3396 Acessos
  7 comentários
3396 Acessos
7 comentários

Liderança em tempos de mídias sociais

Liderança em tempos de mídias sociais
Vivemos dias em que a onipresença dos aplicativos de comunicação instantânea provoca uma reflexão acerca da importância de um aspecto básico para o exercício da liderança: a eficiência e a eficácia do...
Continuar lendo
  2257 Acessos
  2 comentários
2257 Acessos
2 comentários

Quebrando paradigmas, reinventando a segurança pública

Quebrando paradigmas, reinventando a segurança pública
Quem investe em bolsa de valores costuma dizer que os momentos de crise econômica são oportunidades para bons negócios. De forma análoga, a crise na segurança pública no País, a partir da aprovação do...
Continuar lendo
  2070 Acessos
  4 comentários
2070 Acessos
4 comentários

Instituição de Estado: flexibilidade e análise judiciosa em seu emprego

Instituição de Estado: flexibilidade e análise judiciosa em seu emprego
O atual emprego das Forças Armadas exige extrema habilidade das autoridades legalmente constituídas, pois há dissonância entre a vocação básica e as atividades operacionais que elas desempenham. Cada ...
Continuar lendo
  2235 Acessos
  10 comentários
2235 Acessos
10 comentários