O soldado do silêncio

Difícil saber quando se iniciou a atividade de inteligência. Contudo, pode-se supor que ela possua seu berço na própria origem das civilizações.

A civilização suméria é considerada a mais antiga de que se tem conhecimento (estima-se que os sumérios existiram há mais de 3.500 anos a.C.). Na região onde viveu, em 3.200 a.C., foram encontradas tabuletas de barro gravadas que registravam uma operação, arcaica, de inteligência, na qual os “espiões”, por meio de sinais de fumaça, informavam sobre as defesas da Babilônia.

Dando um salto no tempo, a história detalha, em uma passagem bíblica, os antecedentes da Terra Prometida. A busca da Terra Prometida realizada por Moisés, contada no Livro Números 13, do Antigo Testamento, poderia ser denominada, nos dias atuais, uma verdadeira operação de inteligência.

E o Senhor Deus disse a Moisés:

- Mande alguns homens para espionar a terra de Canaã, a terra que eu vou dar aos israelitas. Em cada tribo, escolha um homem que seja líder. Do deserto de Parã, Moisés enviou os espiões, de acordo com as ordens de Deus, o Senhor.

Depois de espionarem a terra quarenta dias, eles voltaram a Cades, no deserto de Parã, onde estavam Moisés, Arão e todo o povo de Israel. E contaram a eles e a todo o povo o que tinham visto e mostraram as frutas que haviam trazido da terra. Eles disseram a Moisés:

- Nós fomos até a terra aonde você nos enviou. De fato, ela é boa e rica, como se pode ver por estas frutas. Mas os que moram lá são fortes, e as cidades são muito grandes e têm muralhas. Além disso, vimos ali os descendentes dos gigantes. Os amalequitas moram na região sul da terra. Os heteus, os jebuseus e os amorreus moram nas montanhas. Os cananeus vivem perto do mar Mediterrâneo e na beira do rio Jordão. (Antigo Testamento, Números 13).

 A narrativa ocorreu há mais de 3.000 anos e descreve, perfeitamente, uma operação de inteligência com uma ordem de busca e um relatório do agente. A ordem de busca foi dada por Deus, o encarregado do caso foi Moisés e os agentes foram os espiões. A missão foi cumprida e, ao final, foi gerado um detalhado relatório.

Anos depois, há 2.500 anos, distante do Oriente Médio, surgiu, na China, uma importante obra, contendo um capítulo dedicado à Inteligência: “A Arte da Guerra”, de Sun Tzu, dividida em 13 capítulos, sendo o último sobre Inteligência.

Qualquer operador de inteligência conhece a famosa frase contida no capítulo 3 do livro:

 Aquele que conhece o inimigo e a si mesmo lutará cem batalhas sem perigo de derrota; para aquele que não conhece o inimigo, mas conhece a si mesmo, as chances para a vitória ou para a derrota serão iguais; aquele que não conhece nem o inimigo e nem a si próprio, será derrotado em todas as batalhas. (SUN TZU)

 O parágrafo, a seguir, lembra alguma ação, no nível tático, para localizar os envolvidos com o crime organizado?

Se você planeja golpear as tropas de um inimigo, ou atacar suas cidades, ou assassinar o comandante inimigo, você deve descobrir, inicialmente, o nome do chefe da guarnição de defesa, seu ajudante de campo, seus conselheiros, suas sentinelas e seus guarda-costas, e você deve orientar seus espiões para que investiguem esses detalhes. (SUN TZU)

 É simplesmente um texto atualíssimo.

Um dos melhores empregos da inteligência estratégica no mundo antigo, em torno de 350 a.C., foi o do imperador Alexandre, o Grande. Ele dominou um vasto território entre a Ásia e a África, em um período no qual não havia satélite, rádio, telefone, etc., havendo a necessidade de manter uma maneira eficaz de enviar e de receber informações dos territórios que conquistava.

Sabiamente, implementou uma rede de comunicações que permitia saber onde havia rebeliões e espionar inimigos, para aprender seus movimentos e suas fraquezas. O imperador também adotou formas de coletar informações. Costumava interrogar os viajantes que vinham de terras distantes para conhecer mais sobre os territórios e obter dados populacionais, de situação de estradas, de rios, de perfil de lideranças, entre outros de interesse.

Na atualidade, um dos serviços de inteligência mais reconhecidos do mundo é o de Israel, o Mossad. Dentre as suas operações mais divulgadas, destaca-se a “Cólera de Deus”, cuja missão foi localizar e eliminar todos os responsáveis pelo “Massacre de Munique” nos Jogos Olímpicos de Verão de 1972. Outra interessante operação conduzida foi a “Moisés”, em homenagem ao personagem bíblico. Ela teve como missão a evacuação secreta de judeus etíopes que fugiram para o Sudão durante uma crise de fome em 1984.

Além de ser uma questão de sobrevivência do país, a eficiência do Mossad não ocorre por acaso, pois está cercado de desafetos que desejam riscá-lo do mapa. Existe a possibilidade de que os genes dos “espiões” de mais de 3.000 anos atrás tenham sido transmitidos, de geração em geração, aos seus atuais agentes.

No Brasil, a atividade de inteligência teve sua origem em 1927, durante o governo do Presidente Washington Luís, com a criação do Conselho de Defesa Nacional (CDN), tendo, entre suas atribuições, coordenar a reunião de informações relativas à defesa do País.

Em 6 de setembro (Dia do Profissional de Inteligência) de 1946, o então Presidente da República, General Eurico Gaspar Dutra, por meio de decretos-lei, resolveu atribuir à 2ª Seção da Secretaria-Geral do Conselho de Segurança Nacional a responsabilidade de “organizar e dirigir o Serviço Federal de Informações e Contrainformações (SFICI)”.

No entanto, quase 80 anos antes, o Brasil já se utilizava de meios modernos, à época, para a busca de informações. Pode-se considerar que o emprego de balões de observação, na Guerra do Paraguai, foi importante na obtenção de informes sobre o inimigo, às vésperas e durante a famosa “Marcha de Flanco”, comandada pelo Marquês de Caxias em 1867. Nos dias atuais, esses meios seriam considerados, possivelmente, as fontes de imagens.

A história da humanidade está recheada de fatos relacionados à Inteligência. Aqueles países e governantes que bem souberam utilizar essa ferramenta conseguiram se manter ou se expandir. No sentido inverso, o seu mau emprego levou impérios a serem destruídos, fazendo com que reis, rainhas e imperadores perdessem o poder.

Assim, verifica-se que, desde o passado mais longínquo das civilizações até os dias atuais, a atividade sempre foi necessária para auxiliar no processo decisório de qualquer chefe ou líder, seja pela sobrevivência do Estado, seja pela necessidade de manter a soberania ou de conquistar o poder.

Por fim, James Bond e tantos outros espiões dos cinemas e das histórias em quadrinhos são apenas personagens da ficção, já sobre o Soldado do Silêncio, não se pode dizer o mesmo.

O Hino Nacional
Liderança: como desenvolver a visão necessária par...
 

Comentários 25

Visitantes - Fábio Martins em Sexta, 14 Janeiro 2022 11:29

Os ativos humanos e tecnológicos, devidamente valorizados e corretamente empregados, podem fazer nossa nação crescer.
Apenas juntando forças conseguiremos isso.

Os ativos humanos e tecnológicos, devidamente valorizados e corretamente empregados, podem fazer nossa nação crescer. Apenas juntando forças conseguiremos isso.
Visitantes - Wilson de Lima Filho em Segunda, 02 Agosto 2021 12:19

oh sangue verde oliva, amor ao Exército Brasileiro como queria servir a essa família verde oliva como Psicólogo que sou estaria ao servir ao Exército Brasileiro fechando a minha gestalt e assim me libertando dos fantasmas de só viver sonhando está servindo ao meu Exército querido.

oh sangue verde oliva, amor ao Exército Brasileiro como queria servir a essa família verde oliva como Psicólogo que sou estaria ao servir ao Exército Brasileiro fechando a minha gestalt e assim me libertando dos fantasmas de só viver sonhando está servindo ao meu Exército querido.

Bom dia Cel Fontes, parabéns pela narrativa simples e histórica, nos levando ao início das ações de Inteligência mundial.... acabei de fazer um curso na ADESG - SP, com o tema de Inteligência e suas informações só vem adicionar valor a Inteligência Brasileira.... saudações militares !!!!

Bom dia Cel Fontes, parabéns pela narrativa simples e histórica, nos levando ao início das ações de Inteligência mundial.... acabei de fazer um curso na ADESG - SP, com o tema de Inteligência e suas informações só vem adicionar valor a Inteligência Brasileira.... saudações militares !!!!
Visitantes - Luciano Viana em Domingo, 25 Abril 2021 11:05

Parabéns pelo excelente trabalho. Muito importante o trabalho da Inteligência, senti isso na pele onde trablhei por mais de 30 anos e vi os benefícios da atividade. Luciano

Parabéns pelo excelente trabalho. Muito importante o trabalho da Inteligência, senti isso na pele onde trablhei por mais de 30 anos e vi os benefícios da atividade. Luciano
Visitantes - Aldo Joaquim em Sexta, 23 Abril 2021 22:25

Tenho muito orgulho, de ter participado dessa instituição tão ímpar , que é o Exército Brasileiro .

Tenho muito orgulho, de ter participado dessa instituição tão ímpar , que é o Exército Brasileiro .
Visitantes - ADINELSON FRANCA em Quarta, 21 Abril 2021 13:16

ÓTIMO TEXTO, PARABÉNS AO AUTOR.

ÓTIMO TEXTO, PARABÉNS AO AUTOR.
Visitantes - Edmilson maia. Pqd militar em Quarta, 14 Abril 2021 22:04

Parabéns aos militares dedicados ao nosso país.se preciso for,Estarei pronto para lutar pelo brasil.bradil acima de tudo.

Parabéns aos militares dedicados ao nosso país.se preciso for,Estarei pronto para lutar pelo brasil.bradil acima de tudo.
Visitantes - Ismael em Terça, 13 Abril 2021 10:17

Muito Bom texto. Parabéns ao nosso execito brasileiro por ter militares tão dedicado e inteligente.

Muito Bom texto. Parabéns ao nosso execito brasileiro por ter militares tão dedicado e inteligente.
Visitantes - Delano em Segunda, 12 Abril 2021 13:41

Ótimo artigo de muita relevância.

Ótimo artigo de muita relevância.
Visitantes - James dey Wanderley da Silva em Segunda, 12 Abril 2021 09:56

C-t Capitão James Silva de guerra nome James dey Wanderley da Silva e Honra lealdade exército brasileiro divisão internacional de atividades de inteligência internacional

C-t Capitão James Silva de guerra nome James dey Wanderley da Silva e Honra lealdade exército brasileiro divisão internacional de atividades de inteligência internacional
Visitantes - RODNEY AMORIM em Segunda, 12 Abril 2021 07:57

Saudações Cel Fontes e a todos, que texto rico, com uma narrativa viciante, mim colocou em estado de pensamento sobre o que realmente estou fazendo atrás dessa mesa de escritório, ou por que sapato social ao emvez de coturno, que Deus abençoe grandemente, SELVA!!!

Saudações Cel Fontes e a todos, que texto rico, com uma narrativa viciante, mim colocou em estado de pensamento sobre o que realmente estou fazendo atrás dessa mesa de escritório, ou por que sapato social ao emvez de coturno, que Deus abençoe grandemente, SELVA!!!
Visitantes - Sylvio em Segunda, 12 Abril 2021 06:26

Parabens pelo texto

Parabens pelo texto
Visitantes - Aderbal Holanda em Domingo, 11 Abril 2021 17:56

Gostaria de saber mais sobre o assunto de Inteligência

Gostaria de saber mais sobre o assunto de Inteligência
Visitantes - Otávio em Domingo, 11 Abril 2021 17:00

Interessante informação...! Saudade do meu Exército querido... espero que continue verde e amarelo sempre! Espero que estejam do lado da Justiça sempre!!!

Interessante informação...! Saudade do meu Exército querido... espero que continue verde e amarelo sempre! Espero que estejam do lado da Justiça sempre!!!
Visitantes - FLAVIO AUGUSTO NOGUEIRA NORONHA em Sábado, 10 Abril 2021 00:10

Excelente exposição histórica sobre a atividade de inteligência.
Parabéns ao Autor.

Excelente exposição histórica sobre a atividade de inteligência. Parabéns ao Autor.
Visitantes - Garivaldino Ferraz em Sexta, 09 Abril 2021 21:41

Excelente e didático texto sobre as origens e a sempre atual importância que a Atividade de Inteligência exerce sobre o exercício da administração, na paz e na guerra, para qualquer governante.

Excelente e didático texto sobre as origens e a sempre atual importância que a Atividade de Inteligência exerce sobre o exercício da administração, na paz e na guerra, para qualquer governante.
Visitantes - Vanderleia em Sexta, 09 Abril 2021 13:18

O texto embasa a reflexão sobre o fato de que a origem da inteligência, está diretamente associada a origem da humanidade e vem evoluindo de acordo com a necessidade ou realidade enfrentada por cada geração.

O texto embasa a reflexão sobre o fato de que a origem da inteligência, está diretamente associada a origem da humanidade e vem evoluindo de acordo com a necessidade ou realidade enfrentada por cada geração.
Visitantes - Afonso Arlindo Alves Pereira em Quinta, 08 Abril 2021 22:21

Parabéns Cel Fontes pelo excelente artigo!

Parabéns Cel Fontes pelo excelente artigo!
Visitantes - Afonso Arlindo Alves Pereira em Quinta, 08 Abril 2021 22:11

Parabéns Cel Fontes, excelente artigo!

Parabéns Cel Fontes, excelente artigo!
Visitantes - Afonso Arlindo Alves Pereira em Quinta, 08 Abril 2021 22:10

Parabéns Cel Fontes, excelente artigo!

Parabéns Cel Fontes, excelente artigo!
Visitantes
Sexta, 27 Mai 2022

By accepting you will be accessing a service provided by a third-party external to http://eblog.eb.mil.br/