O Exército Brasileiro no combate à proliferação da COVID-19

O coronavírus é uma família de vírus que causa infecções respiratórias. A doença, chamada de COVID-19, surgiu na China no final do ano passado e se alastrou por todo o mundo, provocando mortes e incertezas para os cientistas e profissionais de saúde de países mais desenvolvidos na área da Medicina como EUA, França, Israel, China e Alemanha.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) caracterizou o evento como pandemia pelo fato da doença estar amplamente disseminada em todos os continentes atualmente. É uma doença sem precedentes para a qual o mundo enfrenta o desafio de encontrar um remédio ou uma vacina de forma a reduzir o isolamento social tão necessário para se evitar um grande número de pessoas doentes, o que causaria colapso do sistema de saúde de qualquer país.

Países como Itália, Espanha e França estão no ápice da crise epidemiológica e apresentam saturação em seus sistemas de saúde, já que a Europa é o centro da pandemia nos dias atuais. Já o Brasil vem aprendendo com as lições ocorridas nos primeiros países que sofreram com a doença como China, Coréia do Sul e a própria Itália.

Nota-se que quase todos os países estão enfrentando a pandemia com a diminuição da circulação de pessoas nas ruas das cidades, já que a doença é altamente transmissível e invisível, permanecendo dias em uma pessoa assintomática, mas com capacidade de disseminação para outras ao seu redor.

Ressalta-se, ainda, a necessidade das nações buscarem soluções que aliem isolamento social com a não destruição da sua economia ou que evite falta de abastecimento para a sua população.

Todos os países que se encontram no enfrentamento do vírus estão empregando as suas Forças Armadas para ajudar na crise com vistas a realizar o controle da transmissão. No Brasil, essa assertiva não será diferente. As Forças Armadas, particularmente o Exército Brasileiro, não se furtarão, mais uma vez, em ajudar a nação neste momento de crise. A expertise em lidar com problemas inéditos e complexos demonstra a capacidade técnica-profissional da Instituição em participar do processo de combate ao vírus.

Algumas decisões no Ministério da Defesa e no Exército Brasileiro, como a emissão de Diretrizes iniciais para a prevenção à doença e normatização de protocolos de ações, já foram realizadas e estão em prática. Essas normas foram fundamentais para a proteção do militar e de seus familiares, sendo práticas em consonância com as orientações emanadas pelo Ministério da Saúde.

A Portaria n º 334, de 20 de Março de 2020, do Comandante do Exército, designou os Comandantes dos Comandos Conjuntos da Operação COVID-19, o que facilitará o comando e controle das missões específicas a serem realizadas nas áreas de atuação preestabelecidas. Uma série de missões poderá ser solicitada por órgãos do Poder Executivo, Legislativo ou Judiciário, por intermédio do Ministério da Defesa, como a ajuda aos órgãos de segurança públicas locais; a montagem e operação de hospitais de campanha, a descontaminação de locais e materiais, o controle da circulação de pessoas nas ruas; o apoio na área médica e científica; o estudo de pesquisa conjunta com outros órgãos e a fabricação de medicamentos para um tratamento eficaz; a Garantia da Lei e da Ordem em grandes centros urbanos; a ajuda em campanhas de doação de sangue; a possível distribuição de medicamentos ou ajuda em futuras campanhas de vacinação; a garantia no abastecimento de itens básicos para a população, dentre outras.

Percebe-se que o desafio será imenso, porém a tenacidade do Soldado de Caxias está pronta a manter a esperança da população brasileira e, com perseverança e responsabilidade, ajudará o Brasil a vencer o obstáculo que ora se apresenta. A presença de pessoal especializado e capacitado será fator de sucesso nas missões que se apresentarão. O Soldado Brasileiro será valente e incansável nesta empreitada, comunicando os valores e as tradições do nosso Exército.

Por fim, o sucesso do País no enfrentamento da doença passará pela participação efetiva das Forças Armadas e particularmente do Exército Brasileiro nas missões que se apresentarão.

Brasil Acima de Tudo!

COVID-19: um desafio, uma Nação unida!
Coronavírus: o novo desafio global

Posts Relacionados

 

Comentários 3

Visitantes - Francisco Elustondo em Quinta, 02 Abril 2020 14:47

Excelente, muito útil.
Está de parabéns.

Excelente, muito útil. Está de parabéns.
Visitantes - Marcelo Augusto Dias em Sexta, 27 Março 2020 21:17

O que os demais países não tem que no Brasil temos?
Natureza.

Todos sabemos que para combater qualquer doença seja ela pré-existente ou por uma vírus, ter um corpo sadio, é mais fácil combater qualquer infecção. Não estou discutindo uma cura, mas um tratamento que no momento é bem mais adequado, visto as condições geográficas do Brasil.

Somos um país produtor de alimentos, falta somente agora utilizarmos nossas próprias armas para nos defender-mos.
Existem milhares de estudos científicos que comprovam isso, alimentação por meio de vegetais e frutas ajudam o organismo humano a combater vírus e bactérias, e isso não é diferente neste caso.

https://saude.abril.com.br/alimentacao/prevenir-coronavirus-alimentacao/

No link acima esta:
“A imunidade é formada por um conjunto de fatores que atuam contra diferentes doenças, vírus e bactérias. Não podemos elencar um único alimento ou uma vitamina para resolver um problema de saúde”, aponta o infectologista Hélio Bacha, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, à Agência Einstein.

Por outro lado, uma dieta balanceada como um todo ajuda o organismo a se manter preparado contra invasores. “Se o indivíduo se alimentar corretamente, seu sistema imunológico estará competente, independentemente do tipo de infecção”, informa a nutricionista Deise Cristina Caramico, professora do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo.

Não estou aqui passando uma receita, estou aqui mostrando que sim, podemos combater esta Pandemia com as armas que temos, a NATUREZA.

Por mais que o ser humano insista em medicamentos (todos os medicamentos são de origem vegetal e mineral).
Vejam as riqueza da Amazônia, do Serrado e da mata Atlântica, só o Brasil às tem, porque não utilizá-las?

Existe um documentário americano chamado: Gordo, Doente e Quase Morto, onde comprova que os sucos naturais salvam vidas, e que até neste documentário tem o caso de uma paciente com Câncer que trocou os medicamentos por sucos e se curou.

Limão tem em todas as localidades do Brasil e é excelente para ajudar na imunidade do corpo, pois quanto mais alcalino for o sangue mais anticorpos ele tem para combater as infecções.

"Quanto mais ácido for o organismo, menos será a imunidade, e mas propenso a enfermidades".

Porque a alimentação do exército é uma das melhores que existe?
Porque utiliza a raiz do brasil... a Natureza.

DEUS, PÁTRIA, FAMÍLIA.
DEUS, EXÉRCITO, BRASIL.

SOMOS TODOS UMA NAÇÃO, SOMOS TODOS BRASILEIROS!

O que os demais países não tem que no Brasil temos? Natureza. Todos sabemos que para combater qualquer doença seja ela pré-existente ou por uma vírus, ter um corpo sadio, é mais fácil combater qualquer infecção. Não estou discutindo uma cura, mas um tratamento que no momento é bem mais adequado, visto as condições geográficas do Brasil. Somos um país produtor de alimentos, falta somente agora utilizarmos nossas próprias armas para nos defender-mos. Existem milhares de estudos científicos que comprovam isso, alimentação por meio de vegetais e frutas ajudam o organismo humano a combater vírus e bactérias, e isso não é diferente neste caso. [url=https://saude.abril.com.br/alimentacao/prevenir-coronavirus-alimentacao/][/url] No link acima esta: “A imunidade é formada por um conjunto de fatores que atuam contra diferentes doenças, vírus e bactérias. Não podemos elencar um único alimento ou uma vitamina para resolver um problema de saúde”, aponta o infectologista Hélio Bacha, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, à Agência Einstein. Por outro lado, uma dieta balanceada como um todo ajuda o organismo a se manter preparado contra invasores. “Se o indivíduo se alimentar corretamente, seu sistema imunológico estará competente, independentemente do tipo de infecção”, informa a nutricionista Deise Cristina Caramico, professora do Centro Universitário São Camilo, em São Paulo. Não estou aqui passando uma receita, estou aqui mostrando que sim, podemos combater esta Pandemia com as armas que temos, a NATUREZA. Por mais que o ser humano insista em medicamentos (todos os medicamentos são de origem vegetal e mineral). Vejam as riqueza da Amazônia, do Serrado e da mata Atlântica, só o Brasil às tem, porque não utilizá-las? Existe um documentário americano chamado: Gordo, Doente e Quase Morto, onde comprova que os sucos naturais salvam vidas, e que até neste documentário tem o caso de uma paciente com Câncer que trocou os medicamentos por sucos e se curou. Limão tem em todas as localidades do Brasil e é excelente para ajudar na imunidade do corpo, pois quanto mais alcalino for o sangue mais anticorpos ele tem para combater as infecções. "Quanto mais ácido for o organismo, menos será a imunidade, e mas propenso a enfermidades". Porque a alimentação do exército é uma das melhores que existe? Porque utiliza a raiz do brasil... a Natureza. DEUS, PÁTRIA, FAMÍLIA. DEUS, EXÉRCITO, BRASIL. SOMOS TODOS UMA NAÇÃO, SOMOS TODOS BRASILEIROS!
Visitantes - Anselmo Rodrigues em Sexta, 27 Março 2020 20:46

Tema importante e esclarecedor.
Parabéns pelo artigo.

Tema importante e esclarecedor. Parabéns pelo artigo.
Visitantes
Sexta, 07 Agosto 2020