Implementação e ineditismo das mídias sociais como ferramenta na gestão profissional da comunicação social do Comando Militar do Leste

O avanço e a crescente popularização das tecnologias digitais, sobretudo a partir da década de 1990, com o progressivo acesso ao computador pessoal e funcional conectado à internet, marcaram, significativamente, as relações comunicacionais na contemporaneidade, apresentando formas de interação antes inimagináveis. A tecnologia permitiu que novos dispositivos, como smartphones, tablets e notebooks fossem implantados definitivamente ao nosso cotidiano, passando a fazer parte de um complexo contexto social.

Continuar lendo
  554 Acessos
  7 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — Marco Balbi
Parabéns pelas iniciativas. Fica apenas uma sugestão: aproximar-se dos militares veteranos residentes nas guarnições existentes na... Leia Mais
Quinta, 19 Novembro 2020 22:09
Eduardo Martins
Prezado Coronel Marco Balbi, agradeço muito pelas suas palavras de apoio. Sua sugestão é de extrema valia e muito nos auxilia a da... Leia Mais
Segunda, 23 Novembro 2020 23:44
Visitantes — Norberto Hennemann
Amigo Eduardo, gostaria de te parabenizar pelo artigo redigido. Nesse texto é possível ter uma visão geral da implantação, manuten... Leia Mais
Quarta, 18 Novembro 2020 22:56
554 Acessos
7 comentários

O Projeto Amazônia Conectada: colocando em prática antigos ideais

O Projeto Amazônia Conectada (PAC), empreitada de enorme potencial para conectar o vasto interior da Região Amazônica ao restante do Brasil, carrega em si as marcas pioneiras deixadas por empresas como a Siemens Brothers e a Amazon Telegraph Company que, nos últimos anos do século XIX, lançaram os primeiros cabos telegráficos subfluviais, ligando Manaus a Belém do Pará (Figura 1).

Continuar lendo
  1415 Acessos
  9 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — antonio flavio campeotti lauffer
Parabéns. Um feito notável de valor incontestável, como diz a antiga máxima; "Integrar para não entregar!.". Selva !..Brasil acima... Leia Mais
Domingo, 08 Novembro 2020 17:16
Visitantes — victor borges
Excelente!
Domingo, 08 Novembro 2020 17:00
Visitantes — Roberto souza
Como faço pra poder participar desse projeto
Sexta, 06 Novembro 2020 15:30
1415 Acessos
9 comentários

Sargento do Exército Brasileiro: responsabilidades e desafios

Parte integrante e fundamental da estrutura organizacional da Força Terrestre, sobre o sargento recai grande responsabilidade pela manutenção da solidez do Exército Brasileiro. A ele cabe a missão de servir como “referência imediata” para cabos e soldados e para Sargentos mais jovens e recém-egressos das Escolas. Esta referência se concretiza pelos exemplos de profissionalismo e correção de atitudes demonstrados no dia a dia dos quartéis, desde o cumprimento das ordens dos superiores até a atuação pautada na disciplina consciente.

Continuar lendo
  7646 Acessos
  20 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — Raniery Franco
O aprendizado contínuo (constante capacitação técnica) aliado a empatia (relacionamento interpessoal) e credibilidade são fundamen... Leia Mais
Sexta, 23 Outubro 2020 14:45
Visitantes — rodrigo silveira da cruz
Parabéns pelo excelente texto, Ten Edi Carlos. conforme o Sr já disse em algumas palestras, " Qual a missão do Sgt? É ser Sgt!".... Leia Mais
Sexta, 23 Outubro 2020 10:44
Visitantes — Marco Antonio
Parabéns pelo texto Edi Carlos! Posiciona de forma clara a importância e os aspectos mais relevantes do papel do Sargento para nos... Leia Mais
Sexta, 23 Outubro 2020 08:14
7646 Acessos
20 comentários

Maria Quitéria e as Mulheres Guerreiras

Historicamente, os conflitos bélicos têm sido considerados um negócio de homens. A guerra, no entanto, trata-se de um fenômeno social, cultural e político, inerente à atividade humana, independente de gênero. Desde a Antiguidade, as mulheres desempenharam, em maior ou menor grau, dependendo da cultura ou da época, um papel de relevo na guerra. Divindades femininas, cujas origens antecedem os registros históricos, estão presentes nas culturas mais antigas, muitas vezes retratadas como guerreiras.  Por volta do século VIII a.C., as míticas Amazonas, mulheres guerreiras, já eram dignas de registro.  Governadas por uma rainha e não admitindo homens em sua cidade, senão como servos, elas descendiam do deus da guerra Ares e da ninfa Harmonia, razão pela qual suas predileções incluíam a guerra e a caça. De acordo com Heródoto, habitavam a região do Ponto (atual Turquia), perto da costa do Mar Euxino (Mar Negro). As Amazonas tinham grande veneração à deusa Ártemis, identificada mitologicamente com a caça.

Continuar lendo
  1209 Acessos
  1 comentário
Comentários Recentes neste post
Visitantes — Valter
Saudações verde oliva! Excelente texto! Esse assunto deveria ser apresentado e discutido nas aulas de história das escolas, como ... Leia Mais
Quarta, 21 Outubro 2020 11:52
1209 Acessos
1 comentário

“Guardiões do Saber” na defesa da Pátria

 

Pasquale de Chirico (1873-1943), artista italiano radicado na Bahia, é o autor das duas estátuas de bronze que guarnecem a entrada da centenária Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME/www.eceme.eb.mil.br) – Escola da Praia Vermelha –,criada em 2 de outubro de 1905. As estátuas, também conhecidas como guardiões do saber, foram um presente do governo francês ao Brasil no final do século XIX em reconhecimento à proclamação da República. Um dos soldados usa quepe de infantaria e o outro de engenharia, em uma perfeita união da tática com a ciência em defesa da pátria.

Continuar lendo
  875 Acessos
  0 comentários
875 Acessos
0 comentários