Sistemas inteligentes, móveis e autônomos de telecomunicações em cenários excepcionais

Os primeiros 20 anos do século XXI são o espaço temporal em que sucessivas inovações tecnológicas mudaram significativamente a forma global de vida das pessoas, em grande parte pelo aperfeiçoamento do acesso à informação e pela maneira das pessoas se comunicarem. Internet de alta velocidade, computadores de mão (smartphones), ampla cobertura do sinal de telefonia nos grandes centros, câmeras fotográficas de alta resolução de imagens, softwares inteligentes, redes sociais digitais, supercomputadores e veículos aéreos não tripulados (VANTs) são alguns exemplos de facilidades que se tornaram presentes no nosso cotidiano.

Continuar lendo
  712 Acessos
  3 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — Marco Aurélio de Trindade Braga
Parabéns, Cap Victor, não só pelo artigo como pelo fato de o senhor personificar, a um só tempo, as figuras do militar tarimbeiro ... Leia Mais
Sexta, 20 Mai 2022 07:57
Visitantes — Fábio
estudo interessante. o EB deveria valorizar mais propostas desruptivas como a do Cap Iran Victor.
Sexta, 22 Abril 2022 15:40
Visitantes — Carlos Costa
Bom dia Capitão Victor ! Parabéns pelas informações e também a preocupação em manter o Brasil, dentro dos conceitos da modernidade... Leia Mais
Quarta, 20 Abril 2022 09:34
712 Acessos
3 comentários

Exercitando-se para operações de paz do presente e do futuro: a importância de se participar do Exercício VIKING 2022

Quando, em dezembro de 2020, a Marinha do Brasil concluiu a sua participação na Força-Tarefa Marítima da UNIFIL (Força Interina das Nações Unidas no Líbano), no Líbano, era como se tivesse se encerrado um ciclo de participações brasileiras em Operações de Paz (OP) sob a égide das Nações Unidas. Este ciclo teve início em 2004, com a criação da MINUSTAH (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti), na qual o Brasil foi, por mais de 13 anos, o país que mais contribuiu com tropas e também manteve por todo este período a liderança militar da missão. Nestes quase 20 anos desde a criação da MINUSTAH até a retirada da Fragata brasileira da UNIFIL, as Forças Armadas Brasileiras, e o Exército Brasileiro em particular, desenvolveram grande experiência em diversos aspectos de uma OP. Dois Centros de Preparação (o Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil - CCOPAB e o Centro de Operações de Paz de Caráter Naval - COpPazNav) foram criados e pode-se dizer que o Brasil se inscreveu no campo das OP como referência tática, operacional e doutrinária.

Continuar lendo
  611 Acessos
  0 comentários
611 Acessos
0 comentários

Os Vikings estão chegando…

Comumente utilizado para se referir ao povo escandinavo, que explorou e colonizou grandes regiões nórdicas da Europa e ilhas do Atlântico Norte, esse termo consagrou guerreiros, comerciantes e exploradores que tiveram o auge da sua atuação e expansão entre os séculos VIII e XI.

Continuar lendo
  784 Acessos
  1 comentário
Comentários Recentes neste post
Visitantes — Fernando
Parabéns aos ensaístas que trataram do tema Missões de Paz, em especial sobre o Exercício Viking. No entanto, após diversos ensaio... Leia Mais
Quarta, 06 Abril 2022 22:44
784 Acessos
1 comentário

O envolvimento de civis nas operações de paz da ONU e seu impacto para a participação da REBRAPAZ no Site Brazil do VIKING 22

Os especialistas civis têm desempenhado funções cada vez mais importantes nas operações de paz da Organização das Nações Unidas (ONU). Mas isso nem sempre foi assim.

Continuar lendo
  771 Acessos
  3 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — Antonio Francisco de Azevedo
Eu acho muito interessante a participação de civis!! Parabéns pela iniciativa!!
Sábado, 02 Abril 2022 09:11
Visitantes — Eduardo Luiz da Silva
Que Artigo maravilhoso. Parabéns! Sucesso sempre! Avante!
Segunda, 28 Março 2022 18:11
Visitantes — hildemar teixeira
Parabéns Drª Eduarda pelo artigo, e por destacar o excelente trabalho integrado realizado entre civis, policiais e militares em Op... Leia Mais
Segunda, 28 Março 2022 16:01
771 Acessos
3 comentários

Voltando a falar de operações de paz: o Exercício VIKING 2022

Os últimos acontecimentos no Leste Europeu e o recente conflito bélico desencadeado evidenciam a necessidade, para qualquer Estado, de manter suas Forças Armadas em permanente condição de emprego, com capacidades compatíveis para cumprirem suas missões precípuas de defender o território, o povo e a nação. Distantes do teatro de operações europeu, brasileiros observam e analisam o conflito, colhendo ensinamentos táticos, logísticos, tecnológicos, entre outros, ao mesmo tempo em que aguardam a urgente solução da contenda, seja por meio da diplomacia ou, ainda, pela ação de organismos internacionais, como a Organização das Nações Unidas (ONU).

Continuar lendo
  1166 Acessos
  3 comentários
Comentários Recentes
Visitantes — Rômulo da Costa dos Santos
Brasil sempre em missões de paz. Um dia tô aí com vocês sonho!!!
Quarta, 23 Março 2022 19:43
Visitantes — Marilza Roza de Oliveira
O BRASIL SE SENTE ABENÇOADO EM TER FFAA QUE Ñ MEDEM ESFORÇOS PARA CUMPRIR SUA MISSÃO DE PROTEGER E SALVAGUARDAR SEU POVO E HONRADO... Leia Mais
Quarta, 23 Março 2022 10:50
Visitantes — Cleonice
EXÉRCITO BRASILEIRO EU CONFIO. Brasil é uma nação pacífica, assim como nossas Forças Armadas, sempre em missão de paz. SELVA!!!... Leia Mais
Quarta, 23 Março 2022 10:17
1166 Acessos
3 comentários