O Tenente-Coronel de Cavalaria Luciano Hickert, do Exército Brasileiro serve, atualmente, na Escola de Comando e Estado-Maior, no Rio de Janeiro, tendo sido nomeado por término de Curso de Comando e Estado-Maior para o Comando da 6ª Divisão de Exército, em Porto Alegre (RS). Trabalhou no Comando Conjunto estabelecido pelo Comando Militar do Sul durante a Copa do Mundo do Brasil, em 2014, participando do preparo das tropas de contraterrorismo. Possui, entre outros cursos e estágios da carreira: Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (ESAO); Escuela de Las Armas (EDA), na República Argentina; e Especialização em Direitos Humanos, na República da Colômbia, onde também foi instrutor na Escuela de Cadetes José Maria Córdoba. É formado em Direito pela UFRGS.

Biomonitoramento: possibilidades e perigos

Os meios de controle de saúde da população brasileira têm evoluído muito nos últimos anos. A implementação de um sistema interligado para o monitoramento de doenças endêmicas oferece grande oportunidade de melhoria do mapeamento das doenças. O emprego da base de dados do Sistema Único de Saúde (SUS) para monitorar o aparecimento de casos e o crescimento de moléstias como dengue, leishmaniose e COVID-19 segue uma tendência mundial e se amplia ano após ano.

Continuar lendo
  843 Acessos
  1 comentário
Comentários Recentes neste post
Visitantes — Cel Med Albino José da Cruz Rendeiro
Excelente análise sobre o patamar atual da biovigilância. Realmente é um tema que merece ser muito discutido e tratado como um gra... Leia Mais
Domingo, 10 Janeiro 2021 01:25
843 Acessos
1 comentário