A quarta onda do poder

O Exército Brasileiro, por intermédio do Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx), conduziu, em setembro de 2018, o painel “Pavimentando a estrada da Comunicação Social do Exército Brasileiro para o futuro”. E, por que o painel?

É possível entender o presente e imaginar o futuro estudando a História e acompanhando as transformações da humanidade. Normalmente, o gênero humano transfigura-se após momentos de grande comoção. Ajusta comportamentos depois de uma guerra e modifica diversos aspectos psicossociais após uma crise no campo econômico. Dessa forma, estudando essas transformações, é possível fazer uma análise de como caminha a sociedade e imaginar o que pode vir pela frente.

Alguns estudiosos analisaram o passado e o presente e estimaram o que viria adiante. Um deles foi Alvin Toffler, no livro A Terceira Onda, em 1980. O autor dividiu a evolução da sociedade em ondas, vinculando aspectos psicossociais vigentes ao modelo econômico em andamento.

A 1ª onda abordou a revolução agrícola. Naquele período, a comunicação social restringia-se ao ambiente de onde surgia a informação, limitando-se à pequena sociedade e à comunidade na qual viviam as pessoas. A visão do mundo era limitada.  A 2ª onda caracterizou-se pela revolução industrial. A informação circulava por jornais, rádios, revistas e canais de televisão. Possuindo alcance maior, a informação era distribuída em massa. A 3ª onda trata da "Era do Conhecimento", período em que a informação e o know-how são predominantes, ocorrendo a desmassificação dos meios de comunicação.

Cada país encontra-se em momentos distintos nessas ondas. Os Estados Unidos, por exemplo, podem já ter ultrapassado a 3ª. Alguns transitam entre a 2ª e a 3ª e outros ainda podem estar na 1ª. Longe de querer ser um futurologista ou de concorrer com o renomado autor, mas me apropriando de algumas de suas ideias e utilizando seu raciocínio como base, algumas indagações podem ser feitas para o Brasil: em qual onda nosso País se encontra e como seria a 4ª onda?

Fruto da dimensão territorial e das desigualdades sociais, pode-se dizer que há várias ondas atuando, simultaneamente, em diversas regiões brasileiras. Contudo, o início da 2ª onda aconteceu na década de 1950 e pode ter atingido seu ápice nos anos 70, com o “milagre econômico”, nos governos militares. A educação, a saúde, a expectativa de vida e o bem-estar social passaram por grandes transformações, e para melhor. Naquele período, o rádio popularizou-se ainda mais e deixou de ser o meio exclusivo de comunicação. O Brasil passou a ter grandes jornais e os primeiros canais de televisão, atingindo novos públicos.

Entre os anos de 1980 e 1990, com a globalização, as comunicações foram impulsionadas pelas novas tecnologias. Na década de 1990, a Internet começou a ganhar espaço e os celulares iniciaram sua corrida rumo à popularização, surgindo outros meios comunicacionais. Além disso, houve aumento do acesso aos trabalhos produzidos pela comunidade científica dos países desenvolvidos e evolução em diversas áreas do conhecimento.

De 2000 a 2010, videoconferências, redes sociais, e-mails, entre outros meios, tornaram-se parte da vida nacional. Atualmente, o indígena da aldeia mais isolada, o agricultor do sertão nordestino ou do mais distante rincão e o pescador das praias mais remotas podem ter acesso à informação, seja por antena parabólica, seja por smartphone.

Conforme abordado anteriormente, as “ondas” têm como referência o momento econômico. Seria abusar da capacidade de reflexão dizer que a comunicação social ultrapassou o modelo econômico preponderante do Brasil e que estaria adentrando a 4ª onda? No que se refere a esse questionamento, não se pode dizer que o País esteja tão avançado a ponto de já estar na 4ª onda, mas é possível fazer suposições do que poderá ocorrer na comunicação social. Apesar de ser um risco prever, com precisão, como será o futuro, não custa imaginá-lo baseado em uma análise prospectiva.

Já percebeu que os canais abertos de TV estão perdendo espaço para outras alternativas e que as agências de jornalismo estão reduzindo seus quadros?

Para a comunicação social, a 4ª onda estaria caracterizando-se pelo fortalecimento das mídias sociais, das fake news (notícias falsas) e do pós-verdade? Ou pela acirrada competição entre os meios de comunicação, que garimpam informações na Internet, diminuem seus quadros de profissionais e passam a contar com colaboradores (pessoas comuns que produzem informação ou a registram no dia a dia e a disponibilizam em diversos meios de comunicação, em tempo real)?

Um dado é certo: no cotidiano, a velocidade entre o nascimento da informação e seu destino é extremamente rápida. Além disso, o número de pessoas com acesso à informação também aumentou. Há casos em que a notícia chega ao mundo praticamente natimorta.

Outro fato interessante é que, aparentemente, as crianças já nascem com o “chip do conhecimento” dos meios eletrônicos. Não é incomum vê-las, já aos dois anos, ligando sozinhas o tablet e escolhendo os desenhos animados. Também não é atípico ver pessoas andando pelas ruas e assistindo aos programas ao vivo, onde quer que estejam, uma vez que a informação chega, paulatinamente, a mais faixas etárias e a lugares diferentes.

Sobre as fake news, tão em evidência nos dias atuais, elas já estão alterando o comportamento das pessoas ao analisarem uma informação e ao verificarem sua veracidade e a credibilidade da fonte.

Nesse caso, pode-se fazer uma analogia rudimentar com a proeza alcançada pelo cineasta George Orson Welles, há 80 anos, durante um programa de rádio. Em 1938, nos Estados Unidos, a rádio CBS transmitiu a ficção “A Guerra dos Mundos”, dramatizando em forma de programa jornalístico a invasão da Terra por marcianos. A narração concedeu um tom realista à transmissão. Tal feito gerou grande temor no seio da população norte-americana, quando várias pessoas desavisadas acreditaram no que estava sendo divulgado. Na atualidade, guardadas as devidas proporções, verifica-se a quantidade de notícias falsas que iludem a população, levando as pessoas, muitas vezes, a decidirem erradamente, por acreditarem que estão com subsídios adequados e informações corretas.

Com o ápice da 4ª onda, a sociedade, provavelmente, não disporá de capacidade para absorver a enorme gama de informações disponibilizadas. Estas, aliás, serão efêmeras. As pessoas não terão tempo para avaliar todo o conteúdo e não reterão tanto conhecimento. Com o tempo, poderão cansar-se, não dando a devida atenção ao que estará circulando nas diversas mídias. Onde surgir um vazio, algo ocupará esse espaço. Por isso, há necessidade de se valorizar a produção e o trâmite da informação para que o usuário a veja com confiança.

Assim, devido à trivialidade da informação, os donos dos meios de comunicação, a sociedade e todos os interessados deverão adotar novas estratégias a fim de que a informação não perca a credibilidade, seja útil e atenda às necessidades da natureza humana. Parafraseando Alvin Toffler, se não soubermos adotar uma estratégia para corrigir alguns senões da comunicação social na 4ª onda, poderemos ser parte da estratégia de alguém, que poderá utilizá-la para fins escusos.

Assim, sempre a um passo a frente, o CCOMSEx já está levantando novas estratégias para se adaptar a nova realidade. Caso a comunicação, ou mídia ou o 4º poder, deseje permanecer surfando na crista da onda, terá que se reinventar.

Militares e soberania
O processo eleitoral e a Segurança Pública no Rio ...

Posts Relacionados

 

Comentários 5

Visitantes - LEONARDO F. MUZY em Segunda, 22 Outubro 2018 15:11

MUITO BOA TARDE SENHORES DO EXERCITO BRASILEIRO , GOSTARIA DE COMEÇAR ESTA CARTA INDERESSADA AO ALTO COMANDO DO EXERCITO POIS O QUE TENHO PRESENCIADO NO BRASIL NOS DIAS ATUAIS É UMA INCERTEZA GENERALIZADA, ESTAMOS VIVENDO COM MEDO DA POTENCIALIDADE DE SE ACONTECER O QUE ACONTECEU NO ´GOLPE MILITAR DE 64`, TENHO RECEBIDO DE MUITAS E MUITAS PESSOAS QUE AS URNAS JA ESTAO FRALDADAS E QUE ESTA TUDO CERTO PARA O CANDIDATO SR, HADDAD ENTRAR COMO PRESIDENTE O QUE SERIA O FIM DA REPUBLICA E O COMEÇO DA COMUNIZAÇAO E SOCIALIZACAO NO BRASIL E A EXONERAÇÃO DE TODOS OS MILITARES QUE ALIAS JA ESTA SENDO REALIZADO COM A IMPLANTAÇÃO DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇÃO QUE É IGUAL A VENEZUELANA, ESTAMOS QUERIDOS MILITARES COMO POVO BRASILEIRO SENDO VILIPENDIADOS COMO NAÇÃO, SENDO FRAUDADOS , SENDO EXTERMINADOS COMO POVO SOBERANO BRASILEIRO, NOSSA LIBERDADE ESTA AMEAÇADA OUÇAM O QUE OS MAIS DE 70.000.000 DE BRASILEIROS ESTAO CLAMANDO, A TAL DEMOCRACIA BRASILEIRA É SÓ FICÇAO , SE O EXERCITO BRASILEIRO NAO PARTICIPAR DESTAS ELEIÇOES EM TODOS OS AMBITOS INCLUSIVE NA LIBERAÇÃO DAS URNAS E CONTAGEM DOS VOTOS SEREMOS DERROTADOS MESMO ELEGENDO COMO MAIORIA O CAPITAO JAIR MESSIAS BOLSONARO, NOS COMO BRASILEIROS E TEMENTES A DEUS ESTAMOS PEDINDO AJUDA A VCS EXERCITO BRASILEIRO, SE VCS FECHAREM OS OLHOS PARA O QUE ESTA ACONTECENDO QUANDO ABRIREM SERAO PARTE DO DESPOJO DOS QUE IRAO TORNAR O BRASIL UMA CUBA OU UMA VENEZUELA, VCS TEM O SERVIÇO DE INTELIGENCIA, O EXERCITO BRASILEIRO É UM DOS MELHORES DO MUNDO, MAS ONDE VCS ESTAO, PARA QUE ESTAO PRONTOS? SOU UM BRASILEIRO TRABALHADOR , HONESTO, PAGO IMPOSTOS, TENHO FILHO, ESPOSA , MAS PRA DIZER A VERDADE COMO DIZ A NOSSO HINO (OU LIBERDADE OU LUTAR ATE A PROPRIA MORTE) . SE AS URNAS FOREM FRAUDADAS NOS AJUDEM TOMEM O PODER E FAÇAM A VONTADE DO POVO, OU SOMOS UM POVO DE DERROTADOS? INFELISMENTE RETIRARAM AS ARMAS DA POPULAÇÃO SENAO COM CERTEZA JA TERIA ACONTECIDO UMA GUERRA CIVIL E SIDO RETIRADO ESTES QUE ESTAO ACABANDO COM NOSSA DIGNIDADE. QUERIA PODER SER UM GENERAL HOJE PATRIOTA QUE HONRA SEU JURAMENTO E DIZER NAO VAMOS PERMITIR QUAISQUER TIPO DE FRAUDE. ESTAMOS CERCADOS HOJE POR ESTES QUE ESTAO NO PODER OU VCS FAZEM O CORRETO OU SEREMOS LEVADOS AO MATADOURO. ESTOU INDIGNADO AO VER A MUDANÇA DOS VALORES PATRIOTAS SEREM SUBTITUIDOS POR CANÇOES SOCIALISTAS NAS UNIVERSIDADES. ODEIAM A BANDEIRA DO BRASIL.
GENERAIS , BRIGADEIROS, COMANDANTES, MAJORES , TENENTES , SARGENTOS O BRASIL OS ESPERA , SOMOS ALIADOS DO BEM , NAO NOS ABANDONEM.... POR FAVOR..O POVO BRASILEIRO IRA SE LEVANTAR E GUERREAR SE ISSO ACONTECER E TALVEZ SEREMOS MASSACRADOS POIS NAO TEMOS ARMAMENTO NENHUM, MAS MELHOR MORRER LUTANDO PELA LIBERDADE DO QUE VIVER NA ESCRAVIDAO DO COMUNISMO. NOS AJUDEM.

MUITO BOA TARDE SENHORES DO EXERCITO BRASILEIRO , GOSTARIA DE COMEÇAR ESTA CARTA INDERESSADA AO ALTO COMANDO DO EXERCITO POIS O QUE TENHO PRESENCIADO NO BRASIL NOS DIAS ATUAIS É UMA INCERTEZA GENERALIZADA, ESTAMOS VIVENDO COM MEDO DA POTENCIALIDADE DE SE ACONTECER O QUE ACONTECEU NO ´GOLPE MILITAR DE 64`, TENHO RECEBIDO DE MUITAS E MUITAS PESSOAS QUE AS URNAS JA ESTAO FRALDADAS E QUE ESTA TUDO CERTO PARA O CANDIDATO SR, HADDAD ENTRAR COMO PRESIDENTE O QUE SERIA O FIM DA REPUBLICA E O COMEÇO DA COMUNIZAÇAO E SOCIALIZACAO NO BRASIL E A EXONERAÇÃO DE TODOS OS MILITARES QUE ALIAS JA ESTA SENDO REALIZADO COM A IMPLANTAÇÃO DA FORÇA NACIONAL DE SEGURANÇÃO QUE É IGUAL A VENEZUELANA, ESTAMOS QUERIDOS MILITARES COMO POVO BRASILEIRO SENDO VILIPENDIADOS COMO NAÇÃO, SENDO FRAUDADOS , SENDO EXTERMINADOS COMO POVO SOBERANO BRASILEIRO, NOSSA LIBERDADE ESTA AMEAÇADA OUÇAM O QUE OS MAIS DE 70.000.000 DE BRASILEIROS ESTAO CLAMANDO, A TAL DEMOCRACIA BRASILEIRA É SÓ FICÇAO , SE O EXERCITO BRASILEIRO NAO PARTICIPAR DESTAS ELEIÇOES EM TODOS OS AMBITOS INCLUSIVE NA LIBERAÇÃO DAS URNAS E CONTAGEM DOS VOTOS SEREMOS DERROTADOS MESMO ELEGENDO COMO MAIORIA O CAPITAO JAIR MESSIAS BOLSONARO, NOS COMO BRASILEIROS E TEMENTES A DEUS ESTAMOS PEDINDO AJUDA A VCS EXERCITO BRASILEIRO, SE VCS FECHAREM OS OLHOS PARA O QUE ESTA ACONTECENDO QUANDO ABRIREM SERAO PARTE DO DESPOJO DOS QUE IRAO TORNAR O BRASIL UMA CUBA OU UMA VENEZUELA, VCS TEM O SERVIÇO DE INTELIGENCIA, O EXERCITO BRASILEIRO É UM DOS MELHORES DO MUNDO, MAS ONDE VCS ESTAO, PARA QUE ESTAO PRONTOS? SOU UM BRASILEIRO TRABALHADOR , HONESTO, PAGO IMPOSTOS, TENHO FILHO, ESPOSA , MAS PRA DIZER A VERDADE COMO DIZ A NOSSO HINO (OU LIBERDADE OU LUTAR ATE A PROPRIA MORTE) . SE AS URNAS FOREM FRAUDADAS NOS AJUDEM TOMEM O PODER E FAÇAM A VONTADE DO POVO, OU SOMOS UM POVO DE DERROTADOS? INFELISMENTE RETIRARAM AS ARMAS DA POPULAÇÃO SENAO COM CERTEZA JA TERIA ACONTECIDO UMA GUERRA CIVIL E SIDO RETIRADO ESTES QUE ESTAO ACABANDO COM NOSSA DIGNIDADE. QUERIA PODER SER UM GENERAL HOJE PATRIOTA QUE HONRA SEU JURAMENTO E DIZER NAO VAMOS PERMITIR QUAISQUER TIPO DE FRAUDE. ESTAMOS CERCADOS HOJE POR ESTES QUE ESTAO NO PODER OU VCS FAZEM O CORRETO OU SEREMOS LEVADOS AO MATADOURO. ESTOU INDIGNADO AO VER A MUDANÇA DOS VALORES PATRIOTAS SEREM SUBTITUIDOS POR CANÇOES SOCIALISTAS NAS UNIVERSIDADES. ODEIAM A BANDEIRA DO BRASIL. GENERAIS , BRIGADEIROS, COMANDANTES, MAJORES , TENENTES , SARGENTOS O BRASIL OS ESPERA , SOMOS ALIADOS DO BEM , NAO NOS ABANDONEM.... POR FAVOR..O POVO BRASILEIRO IRA SE LEVANTAR E GUERREAR SE ISSO ACONTECER E TALVEZ SEREMOS MASSACRADOS POIS NAO TEMOS ARMAMENTO NENHUM, MAS MELHOR MORRER LUTANDO PELA LIBERDADE DO QUE VIVER NA ESCRAVIDAO DO COMUNISMO. NOS AJUDEM.
Visitantes - Victor De Lira Lima em Sábado, 13 Outubro 2018 09:50

Boa ,dia a quem possa interessar,eu sou intervencionista brasileiro nato,sinto falta do ensino de OSPB,MORAl e CIVICA, intervenção cívico militar,selva aço,Deus,pátria ,família,faxina geral dos três poderes resido em João Pessoa PB

Boa ,dia a quem possa interessar,eu sou intervencionista brasileiro nato,sinto falta do ensino de OSPB,MORAl e CIVICA, intervenção cívico militar,selva aço,Deus,pátria ,família,faxina geral dos três poderes resido em João Pessoa PB
Visitantes - Martins em Terça, 09 Outubro 2018 19:13

Respeitosamente, em momento algum existe a pretensão nos comentários em subestimar a inteligência dos senhores conceituados militares. A intenção é puramente de mostrar que do lado de fora da caserna a angústia e o estado de alerta também está presente em todos aqueles que se preocupam com o futuro dos seus familiares e demais compatriotas. Um dos candidatos em resposta a uma pergunta jornalística disse que o elemento a que se referia, não fazia parte de sua campanha política. Em certo ponto ele pode até ter acertado, mas na realidade não, pois ele faz campanha para o titular da vaga, aquele ex- presidente aprisionado e este tem um grande apreço pelo senhor questionado. Este personagem já disse que prefere morrer de que delatar e a pouco disse que eles tomariam o poder. Logo jamais poderia ser um esquecido dentro dessa organização. São detalhes risíveis ao ouvir áudio disponibilizado em rede social, quando esse candidato fala em defender a constituição até as últimas consequências, como se não tivesse conhecimento do fatiamento dela no evento que tirou a ex-presidenta do poder. A historinha do candidato...paz e amor, voltou com novo ator rejuvenescido, se colar...putz. A propósito, a candidata beneficiada pela constituição fatiada foi reprovada lá nas Minas Gerais, ironicamente em sua terra natal. Incrível mesmo é como se fala com tamanha potência em punição a militares, justo quem está sendo investigado em mais de trinta inquéritos e o pior, elemento disseminando a cultura da desordem ao passo que deveria mesmo era estar em regime fechado de detenção. Acredito e tenho fé: as nossas FFAA jamais servirão de capachos a governos onde qualquer afago dos militares para algum civil desorientado, lhes caberá punição tal quais em países vizinhos a citar: Venezuela e Uruguai.

https://www.youtube.com/watch?v=T4JTU2ftDvw

Respeitosamente, em momento algum existe a pretensão nos comentários em subestimar a inteligência dos senhores conceituados militares. A intenção é puramente de mostrar que do lado de fora da caserna a angústia e o estado de alerta também está presente em todos aqueles que se preocupam com o futuro dos seus familiares e demais compatriotas. Um dos candidatos em resposta a uma pergunta jornalística disse que o elemento a que se referia, não fazia parte de sua campanha política. Em certo ponto ele pode até ter acertado, mas na realidade não, pois ele faz campanha para o titular da vaga, aquele ex- presidente aprisionado e este tem um grande apreço pelo senhor questionado. Este personagem já disse que prefere morrer de que delatar e a pouco disse que eles tomariam o poder. Logo jamais poderia ser um esquecido dentro dessa organização. São detalhes risíveis ao ouvir áudio disponibilizado em rede social, quando esse candidato fala em defender a constituição até as últimas consequências, como se não tivesse conhecimento do fatiamento dela no evento que tirou a ex-presidenta do poder. A historinha do candidato...paz e amor, voltou com novo ator rejuvenescido, se colar...putz. A propósito, a candidata beneficiada pela constituição fatiada foi reprovada lá nas Minas Gerais, ironicamente em sua terra natal. Incrível mesmo é como se fala com tamanha potência em punição a militares, justo quem está sendo investigado em mais de trinta inquéritos e o pior, elemento disseminando a cultura da desordem ao passo que deveria mesmo era estar em regime fechado de detenção. Acredito e tenho fé: as nossas FFAA jamais servirão de capachos a governos onde qualquer afago dos militares para algum civil desorientado, lhes caberá punição tal quais em países vizinhos a citar: Venezuela e Uruguai. https://www.youtube.com/watch?v=T4JTU2ftDvw
Visitantes - Martins em Terça, 09 Outubro 2018 13:10

Os atuais senadores com predominância esquerdista aprovaram a doação de 25 tanques de guerra ao governo também de esquerda do Uruguai. O presidente em fim de exercício, graças a Deus, sancionou lei autorizando a doação. Em pleno andamento de importantíssimo pleito eleitoral, somos brindados com essa ação fora de propósito. A título de cooperação militar o nosso atual governo, mui amigo, coloca os tanques de guerra apontados para o próprio país dele, doador, que dentro de pouco tempo estará sob o comando de um chefe supremo contrário ao viés ideológico do país vizinho contemplado com essa doação. Fazendo um pequeno exercício de imaginação, pode-se conjecturar algo muito preocupante: dependendo de quem seja o próximo presidente, a mídia da onda do 4º poder terá mesmo é de se reinventar na crista do “tsunami” da censura governamental e isso será uma tragédia para os defensores e usuários do direito de expressão. Com certeza as mídias sociais serão as mais atacadas, justo estas quem foram as principais armas de comunicação do povo em geral, contra o absurdo oficial que está instalado no país e que não foram devidamente levadas ao conhecimento popular por razões não sabidas. Os meios convencionais de comunicação falharam?! O fracasso escancarado das pesquisas eleitorais dá conta de que a verdade passou muito distante dos tais indicies de diversas fontes utilizadas. Em que pese às inúmeras denúncias de urnas com comportamentos estranhos, os assuntos foram tratados sob aquele argumento já conhecido, ou seja: se tratam de urnas solitárias. Em face daquilo dito pelo condenado a mais de trinta anos, soltinho da Silva, e do candidato perdedor em primeiro turno, porém em disputa no segundo turno, as FFAA terão de se reinventar para se adaptarem aos padrões, norte-coreanos, chineses e bolivarianos, caso esse candidato mencionado seja o vencedor. Muito difícil de imaginar um resultado contrário ao já expressado pela maioria do eleitorado no primeiro turno. O mal não pode sobrepujar o bem já consumado!
“Bom sonoro é melhor para a maioria de que Mal adad rosnando”, pensemos nisso, Patriotas!

Os atuais senadores com predominância esquerdista aprovaram a doação de 25 tanques de guerra ao governo também de esquerda do Uruguai. O presidente em fim de exercício, graças a Deus, sancionou lei autorizando a doação. Em pleno andamento de importantíssimo pleito eleitoral, somos brindados com essa ação fora de propósito. A título de cooperação militar o nosso atual governo, mui amigo, coloca os tanques de guerra apontados para o próprio país dele, doador, que dentro de pouco tempo estará sob o comando de um chefe supremo contrário ao viés ideológico do país vizinho contemplado com essa doação. Fazendo um pequeno exercício de imaginação, pode-se conjecturar algo muito preocupante: dependendo de quem seja o próximo presidente, a mídia da onda do 4º poder terá mesmo é de se reinventar na crista do “tsunami” da censura governamental e isso será uma tragédia para os defensores e usuários do direito de expressão. Com certeza as mídias sociais serão as mais atacadas, justo estas quem foram as principais armas de comunicação do povo em geral, contra o absurdo oficial que está instalado no país e que não foram devidamente levadas ao conhecimento popular por razões não sabidas. Os meios convencionais de comunicação falharam?! O fracasso escancarado das pesquisas eleitorais dá conta de que a verdade passou muito distante dos tais indicies de diversas fontes utilizadas. Em que pese às inúmeras denúncias de urnas com comportamentos estranhos, os assuntos foram tratados sob aquele argumento já conhecido, ou seja: se tratam de urnas solitárias. Em face daquilo dito pelo condenado a mais de trinta anos, soltinho da Silva, e do candidato perdedor em primeiro turno, porém em disputa no segundo turno, as FFAA terão de se reinventar para se adaptarem aos padrões, norte-coreanos, chineses e bolivarianos, caso esse candidato mencionado seja o vencedor. Muito difícil de imaginar um resultado contrário ao já expressado pela maioria do eleitorado no primeiro turno. O mal não pode sobrepujar o bem já consumado! “Bom sonoro é melhor para a maioria de que Mal adad rosnando”, pensemos nisso, Patriotas!
Visitantes - Gércy James Pichinin em Terça, 09 Outubro 2018 11:46

Muito bom.
Desejo sucesso.

Muito bom. Desejo sucesso.
Visitantes
Sábado, 15 Dezembro 2018