Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Estudos de Defesa > Trabalho do Instituto Meira Mattos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército obtém a primeira colocação, na linha de pesquisa de defesa, no Seminário de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha (SPOLM 2013).
Início do conteúdo da página

Trabalho do Instituto Meira Mattos da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército obtém a primeira colocação, na linha de pesquisa de defesa, no Seminário de Pesquisa Operacional e Logística da Marinha (SPOLM 2013).

Publicado: Quinta, 16 de Julho de 2015, 13h48 | Última atualização em Quinta, 16 de Julho de 2015, 13h48 | Acessos: 6453

Resumo do Artigo Científico: Pesquisa operacional em apoio a Sistemas de Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos (SIRVAA) e sua institucionalização no âmbito da Defesa

Atualmente, as Forças Armadas brasileiras buscam renovar seus meios de detecção de ameaças, incorporando novos sensores, ampliando a capacidade dos processadores e dotando os atuadores de adequadas capacidades táticas e estratégicas. Em um cenário no qual os recursos financeiros são limitados, é de suma importância ponderar as decisões de caráter político-estratégico, de tal forma a maximizar os efeitos dos investimentos e otimizar o emprego dos valores resultantes para o custeio.

A Pesquisa Operacional surgiu como metodologia para aplicação de conceitos matemáticos na otimização de sistemas e na solução de problemas de fluxo, de transporte, de alocação de recursos e outros, tendo sido largamente empregada pelos exércitos aliados, desde a 2ª Guerra Mundial. Essa disciplina transbordou para a outros campos da indústria e do comércio, destacando-se nas atividades logísticas, financeiras, de engenharia de produção, entre outras. Todas essas atividades estão presentes no ciclo de vida dos materiais de emprego militar, incluindo produtos, serviços e sistemas.

O presente artigo sugere aplicações de Pesquisa Operacional (PO), voltadas ao planejamento, implantação e operação de Sistemas de Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos (SIRVAA), bem como verificar o estágio da institucionalização dessa disciplina no âmbito da Defesa. Com base em pesquisa bibliográfica e documental, este artigo teve como objetivos propostos verificar a aplicabilidade das ferramentas de PO nos SIRVAA e identificar o estágio atual de sua institucionalização. A base de pesquisa foi constituída de bibliografia especializada sobre as disciplinas formais envolvidas, além de documentos publicados dos governos brasileiro e norte-americano. A conclusão do trabalho aponta para oportunidades de melhoria na institucionalização, que poderia resultar em maior efetividade na aplicação de recursos em Defesa.

 

Palavras-chave: Pesquisa Operacional, Fusão de Dados, Institucionalização, Inteligência, Reconhecimento, Vigilância e Aquisição de Alvos.

Flávio César de Siqueira Marques. (Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciências Militares/Instituto Meira Mattos/Escola de Comando e Estado-Maior do Exército).

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página